Vitrificação de tecido ovariano de cervos brasileiros: Avaliações histológicas e das taxas de apoptose tecidual

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-02-10

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Existem diversas espécies selvagens que estão ameaçados de extinção devido a caça, a perda do habitat natural ou variabilidade genética, nesse contexto, as biotecnologias da reprodução ganham importância na tentativa de preservação das espécies por meio da criopreservação de gametas ou tecidos gonadais, para uso futuro desses materiais em biotecnias como inseminação artificial, produção in vitro de embriões xenotransplastes, entre outras. Dessa forma, o objetivo do estudo foi avaliar se o processo de vitrificação influência ou não na resistência do tecido ovariano dos cervos brasileiros através de avaliações histológicas e de taxas de apoptose tecidual. Assim, foram analisados fragmentos de ovários (n=6) de cervídeos: o cervo-do-pantanal (n=2) (Blastocerus dichotomus); veado-catingueiro (n=2) (Mazana gouazoubira); e veado-mateiro (Mazana americana citótipo Juína), os quais permaneceram vitrificados por um período de quatro, três e um ano respectivamente. Através da coloração de HE foram encontrados diferentes graus de degenerações dos ovócitos no grupo fresco e vitrificado, como também folículos em diferentes fases de desenvolvimento. Pela imuno-histoquímica foi possível identificar diferentes graus de marcação das proteínas ligadas a cascata de apoptose nas amostras frescas. Conclui-se que a vitrificação é uma técnica promissora na preservação de tecido ovariano de cervos brasileiros.
There are several wild species that are threatened with extinction due to hunting, loss of natural habitat or genetic variability, in this context, reproductive biotechnologies gain importance in the attempt to preserve species through cryopreservation of gametes or gonadal tissues, for future use. of these materials in biotechnology such as artificial insemination, in vitro production of xenotransplast embryos, among others. Thus, the objective of the study was to evaluate whether the vitrification process influences or not the resistance of the ovarian tissue of Brazilian deer through histological evaluations and tissue apoptosis rates. Thus, fragments of ovaries (n=6) of deer were analyzed: the marsh deer (n=2) (Blastocerus dichotomus); brocket deer (n=2) (Mazana gouazoubira); and red deer (Mazana americana cytotype Juína), which remained vitrified for a period of four, three and one year, respectively. Through HE staining, different degrees of oocyte degeneration were found in the fresh and vitrified group, as well as follicles at different stages of development. By immunohistochemistry it was possible to identify different degrees of labeling of proteins linked to the apoptosis cascade in fresh samples. It is concluded that vitrification is a promising technique for the preservation of ovarian tissue in Brazilian deer.

Descrição

Palavras-chave

Criopreservação, Caspase-7, Caspase-3, Biotecnologia animal, Inseminação artificial animal, Reprodução

Como citar