As Condições socioambientais como potenciais riscos à saúde dos camponeses do assentamento Companheiro Keno, município de Jacarezinho/PR

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-06-10

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The process of production of the Brazilian countryside has historically been characterized by the agro-export monoculture, added in the last four decades by the intense mechanization and the excessive consumption of the technological agrochemical package, with emphasis on the poisons and fertilizers. The indiscriminate use of these pesticides, as well as exposure to bad weather and the practice of some activities without personal protective equipment (PPE), can create risks to the health of the worker, such as cancer, neurological problems, infertility, among others. Therefore, the focus of this study was to identify the most common causes of accidents / illnesses in the activities of rural workers, daily habits in agricultural practices, as well as socioenvironmental conditions as potential health risks for rural peasants in the Keno Township, municipality of Jacarezinho / PR. For that, a semi-structured questionnaire was developed and applied, with general and specific questions about work safety practices and, mainly, the use of pesticides and possible associated pathologies, together with 54 settled families. In addition, it will refer to INCA, ABRASCO, DataSUS, SINITOX, among others, databases for the sizing of the abovementioned problems. The results showed that; workers suffer from the excessive physical demands of work, and osteo muscular diseases are the ones that most affect workers, the prevention measures adopted are limited to the use of only some of the indicated PPE, such as boots and gloves due to lack of access, but without orientation of use, and other health protection measures revolve around guidelines on work forms and rest breaks. The analysis of the results showed that most of the settlers do not have access to the agronomic prescription...
O processo de produção do espaço rural brasileiro caracteriza-se historicamente pela monocultura agroexportadora, acrescentada nas últimas quatro décadas pela intensa mecanização e o consumo desmesurado do pacote tecnológico agroquímico, com destaque para os venenos e fertilizantes. O uso indiscriminado desses agrotóxicos bem como a exposição às intempéries e a prática de algumas atividades sem os equipamentos de proteção individual (EPIs), podem gerar riscos à saúde do trabalhador, como câncer, problemas neurológicos, infertilidade, entre outros. Sendo assim, o foco desse estudo foi identificar as causas mais comuns de acidentes/ adoecimentos nas atividades de trabalhadores rurais, os hábitos cotidianos nas práticas agrícolas, bem como as condições socioambientais como potenciais riscos à saúde dos camponeses do Assentamento rural Companheiro Keno, município de Jacarezinho/PR. Para tanto, foi elaborado e aplicado um questionário semiestruturado, com questões gerais e específicas sobre as práticas de segurança do trabalho e, principalmente, o uso de agrotóxicos e possíveis patologias associadas, junto a 54 famílias assentadas. Além disso, reportar-se-á aos bancos de dados do INCA, ABRASCO, DataSUS, SINITOX, entre outros, para o dimensionamento dos problemas supracitados. Os resultados constataram que; os trabalhadores sofrem com as excessivas demandas físicas do trabalho, sendo que as doenças osteo musculares são as que mais afetam os trabalhadores, as medidas de prevenção adotadas limitam-se ao uso de apenas alguns dos EPIs indicados, como botas e luvas devido a falta de acesso, porém sem orientação de uso e, outras medidas de proteção à saúde giram em torno de orientações sobre formas de trabalho e sobre pausas para descanso, A análise dos resultados demonstrou que a maioria dos assentados não tem acesso ao receituário agronômico...

Descrição

Palavras-chave

Camponeses - Saúde, Assentamentos rurais, Defensivos agrícolas

Como citar

FLAUSINO, Camila Isabel Ruivo Jorge Ribeiro. As Condições socioambientais como potenciais riscos à saúde dos camponeses do assentamento Companheiro Keno, município de Jacarezinho/PR. 2019. 60 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Geografia) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Campus Experimental de Ourinhos, 2019.