A modernização da agricultura no Brasil e a produção do biocombustível como energia alternativa: uma reflexão crítica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This article discusses the policy implications of agricultural modernization implemented by the military - after 1964. This policy, which became known as the Green Revolution, on the one hand contributed to the development of big business, but another caused serious social and environmental impacts. Currently, not only in Brazil but all over the world, have been in a great debate about the need to find alternatives to contain the problems caused to the environment resulting from the use of high technology in the field. One alternative proposed by several researchers is to replace fossil fuels by biofuels. As we believe that the error is in the current model of agricultural production based on mass production, which serves the major markets, the attention in this article, the need to develop an agricultural model designed for small property, with the use of family work and agroecology.

Resumo (espanhol)

Este artículo pretende discutir el comprometimiento de la política de modernización agrícola introducida por los militares – posterior al año de 1964. Tal política, que es conocida como la Revolución Verde, contribuyó para o desenvolvimiento del gran capital, sin embargo provocó serios impactos sociales y ambientales. Actualmente, no sólo en Brasil, pero en todo el mundo, se realiza un gran debate acerca de la necesidad de encontrarse alternativas para contener los problemas causados al medio ambiente, derivados del empleo de la alta tecnología en el campo. Una de las alternativas propuestas por diversos analistas sería la sustitución de los combustibles fósiles por los biocombustibles. Como entendemos que el error está en el modelo actual de producción agrícola, basado en la gran producción que sirve a los grandes mercados, llamamos la atención, en este artículo, para la necesidad de se desenvolver un modelo de agricultura para la pequeña propiedad, con empleo de trabajo familiar y de la agroecología.

Resumo (português)

Este artigo pretende discutir as implicações da política de modernização agrícola implantada pelos militares – pós 64. Tal política, que ficou conhecida como a Revolução Verde, de um lado contribuiu para o desenvolvimento do grande capital, mas de outro provocou sérios impactos sociais e ambientais. Atualmente, não só no Brasil, mas em todo o mundo, vem sendo realizado um grande debate acerca da necessidade de se encontrar alternativas para conter os problemas causados ao meio ambiente, decorrentes do emprego da alta tecnologia no campo. Uma das alternativas propostas por diversos pesquisadores seria a substituição dos combustíveis fósseis pelos bicombustíveis. Como entendemos que o erro está no modelo atual de produção agrícola, baseado na grande produção, que serve aos grandes mercados, chamamos a atenção, neste artigo, para a necessidade de se desenvolver um modelo de agricultura voltado para a pequena propriedade, com emprego de trabalho familiar e da agroecologia.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Bioenergia em revista: diálogos, v. 1, n. 2, p. 01-25, 2011.

Itens relacionados

Financiadores