Ambulatório de cardiologia pediátrica – análise das causas de encaminhamento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-06-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

INTRODUÇÃO: As cardiopatias congênitas ou adquiridas, são causas significativas de morbimortalidade na infância, sendo necessário diagnóstico precoce e tratamento adequado. A principal causa de encaminhamento aos ambulatórios de cardiologia pediátrica são os sopros cardíacos, sendo a maioria diagnosticada como sopros inocentes após avaliação do especialista. Nosso serviço atende atualmente aproximadamente 350 casos novos por ano com aproximadamente 6000 casos novos em 22 anos, entretanto não conhecíamos quais as principais causas de encaminhamento e as características da população atendida. Este estudo teve os objetivos de analisar as causas de encaminhamento ao serviço ambulatorial de Cardiologia Pediátrica, as características demográficas da população e avaliar qual a porcentagem de pacientes encaminhados com sopro cardíaco eram portadores de sopros inocentes. METODOLOGIA: Foram analisados, retrospectivamente, os pacientes atendidos no Ambulatório de Cardiologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu no período de 01 de janeiro de 1996 a 31 de dezembro de 2017 por meio de consulta ao banco de dados da disciplina. Os pacientes foram estratificados por ano da consulta inicial, sexo e idade. Para avaliação estatística foi utilizada análise descritiva com comparação entre grupos através de teste de qui-quadrado e teste de associação de Goodman. RESULTADOS: Foram avaliados 5999 pacientes com predomínio do sexo masculino (53,8 %). Os lactentes foram a faixa etária predominante. Os principais diagnósticos foram sopro cardíaco, cardiopatias e arritmias. Entre os pacientes portadores de sopros cardíacos, 89,6% tiveram o diagnóstico de sopro inocente. Houve aumento do atendimento de pacientes com dor torácica e síncope ao longo dos anos, com uma porcentagem de 2% no início do período estudado até 8% no final, sendo predominantes entre os escolares e adolescentes. CONCLUSÕES: As causas de atendimento ao nosso serviço foram semelhantes às causas relatadas em outros estudos. A alta incidência de sopros inocentes direciona a necessidade de melhor treinamento das equipes responsáveis pelo atendimento inicial deste grupo de pacientes, visando reduzir o número de encaminhamentos desnecessários para ambulatório especializado, e, dando assim, destaque aos pacientes com sintomas e sinais de cardiopatias que necessitam de avaliação mais rápida.
INTRODUCTION: Congenital or acquired heart diseases are significant causes of childhood morbidity and mortality, requiring early diagnosis and appropriate treatment. The main causes of referral to pediatric cardiology outpatient clinics is heart murmurs, the majority of which were diagnosed as innocent murmurs, after the specialist’s evaluation. Our service currently attends approximately 300 new cases per years, with approximately 6000 new cases in 22 years. However, we didn’t know the main causes of referral and the characteristics of the population served. This study aimed to analyze the causes of referral to the Pediatric Cardiology outpatient service, the demographic characteristics of the population and to assess the percentage of patients referred with a heart murmur who had innocent murmurs. METHODS: We retrospectively analyzed the patients treated at the Pediatric Cardiology Outpatient Clinic of Clinical Hospital of Medical School of Botucatu from January 1st, 1996 to December 31st, 2017 consulting the discipline's database. Patients were stratified by year, sex and age. For statistical evaluation, descriptive analysis was used with comparison between groups using the chi-squares test and the Goodman association test. RESULTS: A total of 5999 patients with a 53,8% males predominance were evaluated. The infants were the predominant age group. The main diagnoses were heart murmur, heart disease and arrhythmias. Among patients with heart murmurs evaluated, 89,6% had a diagnosis of innocent murmur. There was an increase in the attendance of chest pain and syncope over the years, varying from 2% at the beginning of the study period to 8% at the end of the period, being predominant among child and adolescents. CONCLUSION: The causes of attending our service were related to the causes listed un other studies. The high incidence of innocent murmurs directs the need for better training of the teams responsible for the initial care of this group of patients, aiming to reduce the number of unnecessary referrals to a specialized outpatient clinic, and, thus, highlighting patients with symptoms and signs of heart disease that need faster assessment.

Descrição

Palavras-chave

Pediatria, Pardiologia, Encaminhamento, Epidemiologia, Pediatrics, Cardiology, Forwarding, Epidemiology

Como citar