Tatuagem, unheimliche e identificação: desvelamentos

dc.contributor.authorSilva, Gláucia Faria da
dc.contributor.authorKnudsen, Patricia Porchat Pereira da Silva [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade de São Paulo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2015-07-15T18:28:22Z
dc.date.available2015-07-15T18:28:22Z
dc.date.issued2010
dc.description.abstractThe tattoo is a social phenomenon found in all social strata, with broad inclusion in all age groups and their motivation is commonly related to aesthetic pleasure, beauty and interest in body art. These references, however, are insufficient to understand the B side of the experience: the nightmares, attempts to erase, the compulsion and the concern about stop tattooing. Something happens between the search of beauty and the execution of the tattoo, that drags out the person to the anguish dimension. In detailing this, the specificity of distress Unheimliche will serve as our guide and, in the epistemological function of uncovering, allow an approximation to the concept of identification. Reading of the concept, the identification function will appear and, with it, the uncovering of the infinite pulse of desiring, when the object wants to talk,represent itself and manifest.The tattoos psychic function in the neurosis is the same for each step every morning: find the object and with this North, calibrate the compass of neurosis.en
dc.description.abstractA tatuagem é um fenômeno presente em todas as camadas sociais, com ampla inserção em todos os grupos etários e tem sua motivação comumente relacionada ao prazer estético, à beleza corporal e ao interesse por arte. Estas referências, entretanto, são insuficientes para compreendermos o lado B da experiência: os pesadelos, as tentativas de apagamento e a compulsão presente na preocupação com parar de tatuar-se. Algo acontece entre a busca do embelezamento e a execução da tatuagem que fisga o sujeito para a dimensão da angústia. No detalhamento desta, a especificidade da angústia Unheimliche nos servirá de guia e, na função epistemológica de desvelamento, possibilitará uma aproximação da identificação. Da leitura atenta do conceito, surgirá a função da identificação e, com ela, o desvelamento da pulsação infinita da trama desejante, trama em que o objeto quer falar, se representar, se manifestar. A função psíquica da tatuagem na neurose é a mesma de cada passo dado a cada manhã: localizar o objeto e, com este norte, calibrar a bússola da neurose.pt
dc.description.affiliationUniversité Rennes
dc.description.affiliationLaboratório de Epistemologia Genética do IPUSP
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Psicologia, Faculdade de Ciências de Bauru, Bauru, Av. Engenheiro Luiz Edmundo Carrijo Coube, 14 - 01, Núcleo Residencial Presidente Geisel, CEP 17033360, SP, Brasil
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Psicologia, Faculdade de Ciências de Bauru, Bauru, Av. Engenheiro Luiz Edmundo Carrijo Coube, 14 - 01, Núcleo Residencial Presidente Geisel, CEP 17033360, SP, Brasil
dc.format.extent347-359
dc.identifierhttp://revistas.pucsp.br/index.php/apeste/article/view/16634
dc.identifier.citationA Peste: Revista de Psicanálise e Sociedade, v. 2, p. 347-359, 2010.
dc.identifier.issn2175-6104
dc.identifier.lattes2588940924523681
dc.identifier.orcid0000-0002-6192-0682
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/125090
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofA Peste: Revista de Psicanálise e Sociedade
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceCurrículo Lattes
dc.subjectPsychoanalysisen
dc.subjectTattooen
dc.subjectIdentificationen
dc.subjectUnheimlicheen
dc.subjectobjecten
dc.subjectBody marksen
dc.subjectPsicanálisept
dc.subjectTatuagempt
dc.subjectIdentificaçãopt
dc.subjectObjetopt
dc.subjectMarcas corporaispt
dc.titleTatuagem, unheimliche e identificação: desvelamentospt
dc.typeArtigo
unesp.author.lattes2588940924523681[2]
unesp.author.orcid0000-0002-6192-0682[2]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências, Baurupt
unesp.departmentPsicologiapt

Arquivos