Classificação de tomate-cereja em função do tamanho e peso dos frutos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-06-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Horticultura

Resumo

O objetivo deste trabalho foi propor classes de tamanho e peso para frutos de tomate-cereja. O experimento foi conduzido em Jaboticabal, São Paulo. Foram utilizados frutos da cultivar Sindy, provenientes de 60 plantas cultivadas em casa-de-vegetação. Para classificação dos frutos, desenvolveu-se um método no qual foram utilizadas cinco caixas plásticas sobrepostas. Quatro caixas tiveram suas bases perfuradas, com orifícios de diâmetro igual a 20; 25; 30 e 35 mm. As quatro caixas foram sobrepostas, adicionando-se uma quinta caixa, sem orifícios, utilizada sob as demais, para coletar os frutos que passassem pelos orifícios das caixas superiores. Os frutos retidos em cada uma das caixas foram contados e pesados. Com esses dados, calculou-se o peso médio dos frutos para cada classe de tamanho. A freqüência de frutos em cada classe variou ao longo do período de colheita. A porcentagem de frutos produzidos durante o período de colheita para as diferentes classes foi de 5% para gigante, 22% para grande, 42% para médio, 20% para pequeno e 11% para descarte. Os valores de peso (P) e diâmetro (D) dos frutos correlacionaram-se linearmente, seguindo equação ajustada (P = 1,05 D - 14,71) com coeficiente de correlação (R** = 0,99, p<0,01). Utilizando o sistema descrito, foi possível propor uma classificação para tomate-cereja associando-se o diâmetro e o peso dos frutos. O método proposto mostrou-se viável pela praticidade e simplicidade.
The purpose of this experiment was to propose a grading system for cherry tomatoes based on fruit size and weight. The experiment was carried out at Jaboticabal, São Paulo State, Brazil. Fruits of cherry tomatoes, cultivar Sindy, harvested out of 60 plants grown in a greenhouse were evaluated. To separate fruits of different sizes, a five plastic box system developed. In this system, the bottom of four boxes drilled with holes of 20; 25; 30, and 35 mm of diameter. The fifth box had no holes and was used as a collector box. Fruits retained in each of the boxes were counted and weighed. The average weight of the fruits was calculated for each class size. Fruit frequency in each class varied during the harvest period. The percentage of fruits was as follows: 5% of giant fruits, 22% of large fruits, 42% of medium fruits, 20% for small fruits, and 11% of discard. There was a linear correlation between the fruit weight (W) and diameter (D) (W = 1.05 D - 14.71, R** = 0.99, p<0.01). The system used was efficient for grading cherry tomatoes by means of associating fruit diameter and weight. In addition, it was practical and simple.

Descrição

Palavras-chave

Lycopersicon esculentum, Grading, Postharvest, Lycopersicon esculentum, normas de classificação, Pós-colheita

Como citar

Horticultura Brasileira. Associação Brasileira de Horticultura, v. 25, n. 2, p. 275-278, 2007.