Pensando os papéis e significados das pequenas cidades do noroeste do Paraná

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-03-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho inicia-se a partir de um olhar de estranheza sobre o processo de declínio demográfico que ocorre em vários municípios com pequenos núcleos urbanos, na Região Noroeste do Paraná. Nesta área constitui-se, em ritmo acelerado, uma formação socioespacial, baseada num complexo econômico capitalista fundamentado na economia cafeeira. O surgimento de uma densa rede urbana, com muitas pequenas cidades, decorreu de atributos peculiares daquele momento, quando tais localidades explicavam-se, basicamente, pelos papéis de localidades centrais. Contudo, uma série de transformações alterou rapidamente as características originais adquiridas pela região. As mudanças na agricultura e no uso do solo, a definição de um novo perfil industrial do Paraná e outras alterações mais gerais relativas à cultura, às formas de consumo e de acessibilidade apresentaram uma série de implicações socioespaciais. Há, portanto, uma redefinição da rede urbana e dos papéis e significados das pequenas cidades neste contexto. Estas pequenas cidades além de terem seus papéis redefinidos, adquirem uma importância específica na perspectiva social. Entre as utopias e projeções idealizadas e as pequenas cidades concretas há uma distância considerável, mas ambas revelam a pobreza da política, por isso, a idéia de vir-a-ser deve ser construída de forma mais aberta, valorizando processos sociais e políticos positivos, mais que fins determinados. A perspectiva da sociedade urbana renova a utopia, incluindo o futuro das pequenas cidades e da dimensão local. O aprendizado político sinaliza a trilha a ser seguida, tendo em vista a apropriação efetiva e humana do tempo e do espaço.
This study starts from a strange view of the demographic decline of several municipalities with small urban nucleuses in the Northwest of Paraná. This area constitutes an accelerated sociospatial formation, based on a capitalist economic complex, grounded in the coffee economy. The emergence of a compact urban network of small towns resulted from particular attributes of that period, when those locations were explained basically for their central roles. However, various transformations altered rapidly the original traces of that region. Changes in agriculture and soil usage, definition of a new industrial profile of Paraná and other general changes related to culture, forms of consumption and accessibility resulted in a series of sociospatial implications. Thus, there is a redefinition of the urban network and of the roles and meanings of the small towns in such context. Among the general trend of demographic decline of the municipalities polarized by small towns, some demographic growth dynamics was observed. Those small towns, besides playing redefined roles, acquire specific importance in social perspective. The perspective of the urban society renews the Utopia, including the future of small towns and of the local dimension. The political apprenticeship signals the path to follow, according to the effective and human appropriation of time and space.

Descrição

Palavras-chave

Geografia urbana, Urbanização - Paraná (PR), Mobilidade residencial, Pequenas cidades, Urban network, Small towns, Urbanization

Como citar

ENDLICH, Angela Maria. Pensando os papéis e significados das pequenas cidades do noroeste do Paraná. 2006. 505 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2006.