Dramaturgia engajada no Brasil: as produções Calabar: O elogio da traição e Gota d'água

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-08-22

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Duas obras sobre o teatro engajado no Brasil dos anos 1970 são fundamentais, Calabar: O elogio da traição (escrita em 1973) de Chico Buarque e Ruy Guerra, e Gota d´água (1975) de Chico Buarque e Paulo Pontes. Nelas, percebe-se a dimensão assumida pelo diálogo entre arte e política num tempo em que o campo intelectual-artístico procurava se expressar apesar de sufocado pela vigília constante da censura oficial. Produzidas entre um curto espaço de tempo, as motivações estéticas e políticas dos autores, com pontos comuns e divergentes em cada obra, bem como os desdobramentos da veiculação no circuito social e da recepção são aqui discutidas. A apropriação do discurso nacional-popular, um tema tão caro às esquerdas nos anos 1960, em Calabar e Gota mereceu por nós maior destaque, com o registro de que, nos 70, os autores dialogavam com outro momento histórico, no qual os impasses da ditadura militar ensejavam problemáticas não mais sob a perspectiva da década anterior. Assim, buscamos, por meio do mapeamento das peças e da análise (poética) das músicas, discos, programas e artigos sobre as produções, dimensionar a arte engajada teatral das décadas de 1960 e 1970, com enfoque no projeto cultural de embate ao regime militar por intelectuais e artistas
Two theatre performance about the engaged theater in 1970s Brazil are fundamental, Calabar: O elogio da traiçao (written in 1973) by Chico Buarque and Ruy Guerra, and Gota d´água (1975) by Chico Buarque and Paulo Pontes. In them, one realizes the extent assumed by the dialogue between art and politics at a time when the intellectual-artistic sought to express themselves though stifled by constant vigil of official censorship. Produced between a short time, the aesthetic and political motivations of the authors with common and divergent points in each work, as well as the consequences of the social circuit placement and reception are discussed. The appropriation of popular national discourse, a theme so dear to leftists in the 1960s, in Calabar and Gota d’água Last straw merited for us the most attention to the record that in 70, the authors dialogued with another historical moment in which the impasses of the dictatorship military will provide an opportunity for no more problematic from the perspective of the previous decade. Thus, we seek, through the mapping and analysis of the parts of the songs, albums, programs and articles about the productions, theatrical counteract engaged art of the 1970s to 60 by scaling the project of cultural clash with the military regime by intellectuals and artists

Descrição

Palavras-chave

História, Teatro e sociedade, Teatro - Aspectos políticos, Arte e sociedade - História, Arte e historia - Brasil, Brasil - História - Séc. XX, History

Como citar

SANTOS, Cláudia Regina dos. Dramaturgia engajada no Brasil: as produções Calabar: O elogio da traição e Gota d'água. 2013. 216 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, 2013.