A determinação da contra-revolução em Guiné-Bissau: um estudo de golpe de Estado de 1980

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-08-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Onze anos de guerra (1963/1973-1974) deixaram marcas indeléveis nos povos africano das colônias portuguesas, em particular de Guiné-Bissau e de Cabo Verde, marcas de quinhentos anos de feroz dominação de colonialistas e imperialismo português, que deixaram como herança países fragmentados e politicamente instáveis, enfraquecidos por conflitos internos. Assim, a presente dissertação procura entender o processo de movimento emancipatória contra o império português para a independência de Guiné-Bissau e Cabo-Verde, e esclarecer algumas dúvidas obscurecidas e distorcidas sobre reais fracassos, limitações e avanços do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), após a conquista das independências que permitiram emancipação de movimento reajustador de 14 de novembro, e, consequentemente, o golpe de Estado de 1980. Entender elementos de fragilidade do sistema político de Guiné-Bissau, que permitiram a ruptura democrática de 14 de novembro de 1980, e, consequentemente, o golpe de Estado que depôs o primeiro presidente da república democraticamente eleito, bem como analisar o governo posterior do presidente João Bernardo Nino Vieira. Nesse sentido, a estratégia metodológica selecionada para aproximar-se do real foi o estudo documental e bibliográfico, isto é, a pesquisa em livros, teses, dissertações, e jornais etc., que apresentam características relevantes do ponto de vista teórico e empírico para o tema. A conclusão que chegamos alimentam a tese de que o fato de a transição e consolidação da democrática em Guiné-Bissau terem partido de base de regime militar contribuiu para que houvesse poderosa contradições entre o regime, tanto da primeira como da segunda república, variável que por si só pode oferecer razões para tantos golpes de Estados, e o fracasso na consolidação da democracia em Guiné-Bissau. Acreditamos, contudo, que outros fatores não diretamente relacionado a essa variável ajudam igualmente a explicar as tentativas e os golpes dos anos posteriores.
Eleven years of war (1963/1973-1974) left indelible marks on the African peoples of the Portuguese colonies, in particular Guinea-Bissau and Cape Verde, marks of five hundred years of ferocious domination of colonialists and Portuguese imperialism, that left as inheritance countries fragmented and politically unstable, weakened by internal conflicts. Thus, this dissertation seeks to understand the process of emancipatory movement against the Portuguese empire for the independence of Guinea-Bissau and Cape Verde, and to clarify some obscured and distorted doubts about the real failures, limitations and advances of the African Party of Guinean Independence and Cape Verde (PAIGC), after the conquest of independence that allowed the emancipation of the readjustment movement of November 14, and consequently the coup d’État of 1980. Understand elements of fragility of the political system of Guinea-Bissau, which allowed the democratic rupture of November 14, 1980, and, consequently, the coup d’État that deposed the first president of the democratically elected republic, as well as analyze the subsequent government of President João Bernardo Nino Vieira. In this sense, the methodological strategy selected to approximate the real was the documentary and bibliographic study, that is, the research in books, theses, dissertations, etc., which present relevant theoretical and empirical characteristics for the subject. Our conclusion is that the fact that the transition and consolidation of democracy in Guinea-Bissau started from a military regime has contributed to the existence of powerful contradictions between the regime of both the first and second republics, it can only offer reasons for so many coups, and the failure to consolidate democracy in Guinea-Bissau. We believe, however, that other factors not directly related to this variable also help explain the attempts and the blows of later years.

Descrição

Palavras-chave

Guiné-Bissau, Cabo Verde, Golpe de Estado, Golpe de 1980, Emancipação nacional, Guinea-Bissau, Cape Verde, Coup d’État, Coup of 1980, National emancipation

Como citar