A língua portuguesa e seu papel na estrutura social angolana

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-04-28

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O trabalho busca analisar, a partir de uma contextualização da colonização de Angola e de seus processos, como se deu a organização da sociedade angolana, tendo como foco de análise o papel desempenhado pela língua portuguesa a partir de sua instituição como língua oficial do país. Essa análise passa por momentos decisivos da história angolana, como já mencionado, o momento em que se inicia a colonização de fato, a organização dos movimentos independentistas, principalmente do Movimento Popular de Libertação de Angola – MPLA, a luta pela independência de Angola e, por fim, a constituição de um país livre, liderado pelo MPLA. Assim, procura-se analisar como o domínio da língua portuguesa em sua forma culta assume um papel de distinção dentro da sociedade angolana e se, mesmo com o fim da colonização, ainda é possível observar alguns resquícios coloniais nessa sociedade.
The research aims to understand, according to Angola’s colonization context and its process, how the organization of the Angolan society happened, focusing the analysis on the role of the Portuguese language since its establishment as the country’s official language. This study englobes decisive moments of the Angolan history as, the already mentioned, moment when the colonization actually started, the setting of independence movements – mainly the “Movimento Popular de Libertação de Angola” – MPLA (Popular Movement for Angola’s Liberation) –, the struggle for Angola’s independence and, finally, the constitution of a free country, led by MPLA. Thus, the research aims to analyze how the knowledge of the Portuguese language, in its cultured form, assumes a role of social distinction among the Angolan society and that, even after the colonization period, it is still possible to observe some colonial vestiges in this society.

Descrição

Palavras-chave

Língua Portuguesa, Angola, Colonialismo, Independência, Portuguese language, Popular Movement for Angola’s Liberation, Colonialism, Independence

Como citar