Congelação de células espermáticas provenientes de epidídimo de gatos domésticos contendo antioxidante no meio diluidor

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

This study was conducted with the objective of using the medium Botu-crio®, associated vitamin E, at different concentrations, which demonstrate effective for cryopreservation of epididymal semen obtained recovered from domestic cats. Fifty-four domestic cats were used in the experiment after undergoing elective orchiectomy and sperm obtained directly from the tail of the epididymis and vas deferens. 18 pools were made with the material of three animals each and these were divided into four experimental groups. In the control group (G0) semen was frozen with Botu-crio®. In the groups G 0.3, G 0.6 to G 0.9, the diluent was added at three concentrations of vitamina E, 0.3, 0.6 and 0.9 mM, respectively. For each group, the fresh semen samples were initially evaluated for motility, viability, morphology and supravital and hypoosmotic test to verify minimum quality required for freezing (≥ 70 % motility and vigor ≥ 3). The same parameters were reassessed after thawing also for TBARS. In the evaluation of motility and vigor, no statistical difference was observed between the control group and the concentrations of vitamin E. In supravital tests, hyposmotic, morphological and TBARS assay, there was no significance between the different concentrations of vitamin E and the control group. It can be concluded that the three concentrations of vitamin E, antioxidant protection not offered recovered from epididymis of domestic cats
Este estudo foi conduzido com o objetivo de o uso do meio diluente Botu-crio associado a vitamina E, em diferentes concentrações, que se demonstrem efetivas para a criopreservação de sêmen obtido de recuperado epididimário em felinos domésticos. Cinquenta e quatro gatos domésticos foram utilizados no experimento após serem submetidos à orquiectomia eletiva e os espermatozóides obtidos diretamente da cauda e ducto deferente do epidídimo. Foram constituídos 18 “pools”, com o material de três animais cada e estes, divididos em quatro grupos experimentais. No grupo controle (G0) o sêmen foi congelado com o diluente Botu-Crio®. Nos grupos G 0,3, G 0,6 e G 0,9, ao diluente Botu-Crio® foi acrescido vitamina E em três concentrações, 0,3, 0,6 e 0,9mM, respectivamente. Para cada grupo, as amostras de sêmen fresco foram inicialmente avaliadas quanto à motilidade, vigor, morfologia supravital e teste hiposmótico, para verificar a qualidade mínima exigida para a congelação (motilidade ≥70% e vigor ≥3). Os mesmos parâmetros foram reavaliados após a descongelação também para o TBARS. Na avaliação da motilidade e vigor, não foi observado diferença estatística entre o grupo controle e as concentrações de vitamina E. Nos testes supravital, hiposmótico, morfológico e teste TBARS, também não houve significância entre as três diferentes concentrações de vitamina E e o grupo controle. Pode-se concluir que as três concentrações de vitamina E, não ofereceram proteção antioxidante ao recuperado de epidídimo de felinos domésticos

Descrição

Palavras-chave

Gato, Antioxidantes, Stress oxidativo, Epidídimo, Preservação do sêmen, Antioxidants

Como citar

MACENTE, Beatrice Ingrid. Congelação de células espermáticas provenientes de epidídimo de gatos domésticos contendo antioxidante no meio diluidor. 2014. vii, 52 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2014.