Infecção experimental por Salmonella enterica subspécie enterica sorotipo Panama e tentativa de transmissão naso-nasal em leitões desmamados

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-02-19

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A transmissão pela via fecal-oral é considerada o mais importante meio de disseminação de Salmonella sp. entre os suínos. Foi comprovada que a transmissão de Salmonella sp. através do contato naso-nasal entre suínos pode ser viável. Porém, alguns experimentos não conseguiram demonstrar tal transmissão em determinados sorotipos de Salmonella enterica. Este ensaio teve como objetivo produzir infecção experimental de Salmonella enterica subsp. enterica sorotipo Panama e verificar a importância da via nasonasal na transmissão entre leitões desmamados. Seis leitões recém-desmamados foram adquiridos de granja previamente selecionada, livre de Salmonella sp. Análises bacteriológicas confirmaram que todos os animais estavam livres de contaminação por Salmonella sp. Utilizaram-se baias isoladoras que proporcionavam o contato naso-nasal e eliminavam a possibilidade de outras vias de transmissão e de contaminação externa. Três grupos foram formados: controle, sentinela e infectados. Os leitões do grupo controle e do grupo sentinela receberam, individualmente, por via oral, solução estéril, enquanto que leitões do grupo infectado receberam inóculo contendo 2,16 X 1010 UFC de Salmonella Panama. Foram alojados nos isoladores respectivos e retirados depois de 14 dias, período no qual amostras de fezes eram colhidas e avaliadas diariamente. Os animais foram necropsiados e amostras de tecidos colhidas. Realizaram-se testes bacteriológicos, ELISA e sorotipificação. Houve infecção sistêmica por Salmonella Panama nos animais do grupo infectado, porém os resultados revelaram não haver a transmissão pela via naso-nasal entre leitões desmamados, pois em nenhum momento o agente foi isolado dos animais sentinelas.
The faecal-oral transmission is considering the most important route for transmission of Salmonella sp. between pigs. It has been proven that the Salmonella sp. transmission through the nose-to-nose contact among pigs can be viable. However, current data could not demonstrate such transmission in certain serovars of Salmonella enterica. This study aimed to produce experimental infection of Salmonella enterica serovars Panama and verifies the importance of the nose-to-nose contact in the transmission among weaned pigs. Six recently-weaned pigs were acquired from farm previously selected; free from Salmonella sp. Bacteriological analysis ruled out previous Salmonella sp contamination in all selected subjects. Isolations cabinets were used that provided the nose-to-nose contact and to eliminated the presence of other transmission routes and of outside contamination. Three groups were formed: control, sentinel and infected. The pigs of the control group and of the sentinel group, received, individually, orally sterile solution, while pigs of the infected group received solution containing 2,16 X 1010 CFU of Salmonella Panama. They were housed in the respective isolations cabinets and removed from it after 14 days, period in which samples of faeces were collected and submitted to daily analysis. The animals were necropsied and samples of tissues were collected. They were tested by bacteriological analysis, ELISA and serovars typification. There was systemic infection for Salmonella Panama in the animals of the infected group; however there was non transmission by nose-to-nose contact among weaned pigs, justifying the non isolation of the agent in the sentinel group at any moment.

Descrição

Palavras-chave

Experimental infection, Salmonella Panama, Nutritional support, Swine, Nose-to-nose transmission, Suíno, Salmonella, Infecção experimental, Transmissão naso-nasal

Como citar

OLIVEIRA, Luís Guilherme. Infecção experimental por Salmonella enterica subspécie enterica sorotipo Panama e tentativa de transmissão naso-nasal em leitões desmamados. 2008. xii, 56 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2008.