Estimação de parâmetros genéticos para produção de leite no dia do controle e produção acumulada até 305 dias, para as primeiras lactações de vacas da raça Caracu

Imagem de Miniatura

Data

2003-04-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Zootecnia

Resumo

Foram estimados parâmetros genéticos para produção de leite no dia do controle e produção acumulada até 305 dias (P305) de primeiras lactações de vacas da raça Caracu. O modelo animal considerado conteve efeito genético aditivo, como aleatório, além dos efeitos fixos de grupo contemporâneo e da idade ao parto, como covariável. Foram definidos dois grupos contemporâneos para explicar a variação ocorrida nas produções em cada controle leiteiro, compostos por ano, semana do controle e retiro (gc1) ou ano, mês do controle e retiro (gc2). Os componentes de variância foram estimados pelo método da máxima verossimilhança restrita. As variâncias fenotípicas, residuais e genéticas foram maiores no início da lactação, entretanto, a variância genética aditiva foi proporcionalmente menor em relação às demais variâncias. As estimativas de herdabilidade oscilaram entre 0,09 e 0,32 e foram maiores no final da lactação, indicando maior variabilidade genética nesse período. As correlações genéticas (r a) entre as produções em cada controle foram positivas e maiores, quanto menor a distância entre eles. A herdabilidade para P305 foi de 0,27 e as r a desta com os controles, positivas e elevadas, principalmente no meio da lactação. Os resultados indicam que a seleção direta para P305 proporciona maiores ganhos genéticos para essa característica que a obtida por meio de resposta correlacionada para as produções em cada controle.
Genetic parameters for first lactation test-day milk yields and 305 day milk yield (M305) for Caracu cows were estimated. The test-day animal model included additive genetic effect as random and contemporary group and age of cow (quadratic regression) as fixed effects. Two contemporary groups were defined to explain variation, composed by year, week of test and paddock (gc1) or year, week of test and paddock (gc2). Variance components were estimated by Restricted Maximum Likelihood. Phenotypic, residual and genetic additive variances were higher at the beginning of lactation, however the genetic additive variances were proportionally smaller than the other variances. Heritability estimates ranged from 0.09 to 0.32 and were higher at the end of lactation, indicating larger genetic variability in this period. The genetic correlation (r a) among test-days were positive and decreased with the increase in lag between tests. Heritability for M305 was 0.27 and the r a between test days and M305 were positive and high, mainly for mid lactation. The results indicate greater genetic response in M305 through direct selection rather than by correlated response based on test-day milk yield selection.

Descrição

Palavras-chave

correlation, Dairy cattle, Heritability, Milk yield, selection criterion, variance components, bovinos leiteiros, Componentes de variância, correlações, Critério de seleção, Leite - Produção

Como citar

Revista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 32, n. 2, p. 284-294, 2003.