Os canavieiros de Rio da Pedras - SP: vida e trabalho

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-03-05

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O trabalho que ora se apresenta enfocou questões relativas ao trabalho e à vida de uma parcela significativa de trabalhadores da lavoura canavieira, moradores de Rio das Pedras, município esse que pertence à região canavieira de Piracicaba considerada a segunda mais importante do Estado de São Paulo. Com esta pesquisa, buscou-se identificar dados da realidade local relativas às relações de trabalho e condições de vida do trabalhador canavieiro, visto que a observação empírica mostrava-nos situações de muita precariedade material em seus diversos aspectos. Precárias também as relações sociais que deixavam visíveis a dependência dos favores políticos e dos programas sociais desenvolvidos pelos órgãos públicos municipais, principais gestores das políticas públicas, em especial da assistência social. Buscou-se também identificar a relação existente entre a estrutura agrária e a monocultura canavieira, sua importância histórica, econômica, social e política para o município, através de referenciais teóricos, onde a globalização capitalista e o seu arcabouço ideológico, o neoliberalismo, interferem e determinam situações naquele micro-espaço. Verificou-se ainda que os dados mais marcantes na composição da trajetória sócio-econômica do município estudado tiveram, como pano de fundo, a questão agrária determinada pela concentração da propriedade da terra e do poder econômico. Concluindo este trabalho podemos dizer que, na última década, os acontecimentos decorrentes da crise do setor sucroalcooleiro, definiram os novos caminhos a serem percorridos. No entanto, os fatos concretos até agora registrados formam base sobre a qual deverão ser construídas as novas relações de produção que, certamente, modificarão as condições de trabalho e de vida dos trabalhadores canavieiros em geral e os de Rio das Pedras, em especial.
The main goal of this work-study is to highlight some issues concerning the work and life standards of the sugar cane crop workers who live in Rio das Pedras, a small town that belongs to Piracicabaþs region - the second most important in the State of São Paulo. Due to some precarious material situations among the sugar cane workers, this research got to identify data from the local environment relating to the work relations and life conditions of the workers.It was observed that the social relations are also very poor, once there is a visible dependence between the social programs developed by the municipality and the exchange of political favors. Other factor that had to be taken into consideration was the relationship between the agrarian structure and the sugar cane one-crop farming ( or monoculture) - its historical,economical, social and political importance to the county through theoretical information. That is, the capitalism globalization and its ideological framework, the neoliberalism, that interfers and determines situations in that micro-space. The most remarkable historical data gotten in the make-up of the political and socio-economical course in the county proved to be the agrarian issue, determined by the land concentration ownership and the local economical power.

Descrição

Palavras-chave

Trabalhadores rurais - Rio das Pedras (SP), Serviço social rural, Sugar cane workers

Como citar

GUÉRCIO, Maria Angélica Ferrato dos Santos. Os canavieiros de Rio da Pedras - SP: vida e trabalho. 2001. 252 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de História, Direito e Serviço Social, 2001.