Hibridismo, solvência e fratura: gêneros literários, identidades cambiantes e narrador fraturado em Mongólia, de Bernardo Carvalho

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-03-11

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Neste estudo pretendemos refletir sobre hibridismo de gêneros literários; solvência e descentralização do sujeito; e fratura do narrador. O livro a partir do qual serão desenvolvidas tais reflexões intitula-se Mongólia (2003), do jornalista e escritor Bernardo Carvalho, e apresenta constituição estético-temática que permite e inspira as reflexões referidas, bem como suscita investigações sobre procedimentos freqüentemente associados à cultura pósmoderna como, por exemplo, identidades cambiantes e o afastamento em relação aos impulsos totalizadores que caracterizam a modernidade. Através de fundamentação teórica contemporânea, auferida sobretudo em Bauman, Lévi-Strauss, Abdala Junior, Derrida, Jítrik, Bakhtin, Lasch, Lipovetsky, Debord, Maffesoli, Said, Bhabha, Hutcheon, daremos relevância à mobilidade entre os gêneros literários e, conseqüentemente, às formas de representação do real. Daremos destaque também à solvência do sujeito contemporâneo, ao narcisismo e às questões ligadas às identidades cambiantes daí derivadas. Na convergência de nossos estudos, refletiremos sobre a constituição do narrador a partir da idéia de fratura, aqui compreendida como apropriação de discursos alheios, atitude reveladora de um modo de ser plural e dinâmico.
In the present study the aim is to reflect about the hybridism of the literary genres, the solvency and decentralization of the subject, and the fracture of the narrator. The book that was the base of the present work is Mongólia (2003), by Bernardo Carvalho and presents an aesthetic theme constitution that not only allows but inspires the previously mentioned reflections, as well as it rises investigations about procedures frequently associated with the post modern culture, for instance, changing identities and the detachment towards the totalizator impulses that characterize modernity. Through theoretical fundaments, received above all in Bauman, Lévi-Strauss, Abdala Junior, Derrida, Jítrik, Bakhtin, Lasch, Lipovetsky, Debord, Maffesoli, Said, Bhabha, Hutcheon, in relevance will be given to the mobility among literary genres and, consequently, the forms of representation of the real. Highlights will also be put on the solvency of the contemporary subject, to the narcissism and to the changing identities questioning that derives from this line of thought. On the convergence of this study, there is a reflection about the constitution of the narrator starting from the fracture idea, which is understood here as the appropriation of other people´s speeches and it is a revealing attitude of a plural and dynamic way of being.

Descrição

Palavras-chave

Carvalho, Bernardo, 1960-, Literatura - História e crítica - Teoria, Gêneros literários, Hybridism, Multiculturalism, Postmodern

Como citar

GOMES JÚNIOR, Marcílio. Hibridismo, solvência e fratura: gêneros literários, identidades cambiantes e narrador fraturado em Mongólia, de Bernardo Carvalho. 2009. 104 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2009.