Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planície de inundação do alto Rio Paraná, Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-04-17

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

This study aims to look at the genesis, evolution, morphology and sedimentology of islands and floodplain of the Upper Paraná River, Brazil. The study reach encompasses 235 km of river limited by the Porto Primavera Dam, in the Parana, São Paulo and Mato Grosso do Sul State border and the reservoir of the Itaipu, near the city of Guaíra, PR. Satellite images, vibro-corer drillings, facies and grain-size analysis, dating, morphological mapping and hydrological studies were performed for this study. In this reach, the river has an anabranching pattern with 265 islands varying in size (from tens to thousands of meters), age (from the end of Pleistocene to the Present) and morphology. Intra- and extra-channel processes form islands and their deposits vary according to the depositional environments involved. In the first case, the central bar islands are formed, in the case of extra-channel processes, are formed the islands excised from floodplain. Both types of islands can grow by attaching lateral and frontal bars and form composite central bar and composite islands excised. The Mutum Island is a composed central bar island whose deposits are formed by sandy channel deposits at the base, followed by mud and fine sand deposits of abandoned channels, lakes and swamp, and muddy red soil in the top corresponding to terrestrial conditions. The island is about 8,200 years BP and enlarged by lateral (94 mm/year) and vertical (0.06 mm/year) accretion. The Mutum is a typical island within the study reach whose formation processes have been at work since the beginning of the Holocene. The Bandeirantes and Grande Islands are typical islands excised from floodplain. In this case, they are very large islands (> 250 km2) formed during the Upper Pleistocene and Lower Holocene (14,620 to 5,520 years BP) under hydrosedimentological and geomorphological conditions different from the present. The floodplain forming process in this period was the attachment ...
Este estudo é sobre a gênese, evolução, morfologia e sedimentologia das ilhas e planície do Alto rio Paraná, Brasil. A área estudada compreende 235 km de canal e planície entre as represas Engenheiro Sérgio da Motta (Porto Primavera) que fica na divisa dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná, e o remanso do lago da represa Itaipu (na cidade de Guaíra, PR). Os métodos e técnicas utilizados constaram de análise de imagens, perfurações, análise de fácies, de textura sedimentar e datações dos testemunhos, e mapeamento morfológico e hidrológico do canal. O trecho é formado por canal anabranching compreendendo 265 ilhas que variam em tamanho (de dezenas a milhares de metros), em idade (do final do Pleistoceno ao Presente) e morfologia. A gênese destas ilhas pode ser intra- ou extra- canal, e seus depósitos variam correspondentemente ao ambiente gerado. A classificação das ilhas é feita de acordo com sua gênese, e, portanto: ilhas de barra central e de barra central composta que são formadas por processos exclusivamente intra-canal; e ilhas de avulsão e de avulsão composta que são geradas por processos extra-canais e, no caso da segunda, extra- e intra-canal. A ilha Mutum, usada como principal modelo de estudo, é do tipo barra central composta e sua sedimentologia é constituída de fácies de canal na base, seguida de abandono de canal, lagoa, pântano, e a última fase formada por processo de terrestrialização. A maior parte das ilhas do trecho estudado tem o mesmo processo de geração da Mutum, que deve estar atuante na área desde o começo do Holoceno, sugerindo que o canal esteja em fase de estabilidade. A presença de paleoilhas, diferentes das ilhas atuais, na planície de inundação e em grandes ilhas avulsivas indica que o canal teve outra dinâmica no passado. O registro de uma grande ilha lago na ilha Bandeirantes indica que esta formação se deu no Pleistoceno tardio a 14.620 anos AP....

Descrição

Palavras-chave

Geomorphology, Geomorfologia, Ilhas, Inundações, Sedimentação e depósitos, Parana, Rio

Como citar

LELI, Isabel Terezinha. Gênese, evolução e geomorfologia das ilhas e planície de inundação do alto Rio Paraná, Brasil. 2015. 123 f. Tese - (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2015.