Atributos físicos e produtividade de cana planta com calagem e preparo profundo canteirizado em um latossolo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-02-11

Orientador

Calonego, Juliano Carlos

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Agricultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Com a expansão do cultivo da cana-de-açúcar no Brasil e intensificação da mecanização, como a colheita da cana crua, observa-se um aumento da compactação do solo e redução da produtividade a patamares muito abaixo do potencial da cultura. Alterações no sistema de manejo do solo, como é o caso do preparo profundo canteirizado, tem sido proposto pelo setor sulcroalcoleiro, mas ainda carecem de embasamento científico para validação, inclusive com avaliações de possíveis alterações na resposta da cultura à calagem. O preparo profundo do solo visa preparar, corrigir e adubar o terreno apenas na área onde serão realizados os sulcos de plantio. Assim, objetivou-se avaliar os atributos físicos do solo e a produtividade de colmos da cana-de-açúcar, em função do sistema de preparo do solo e aplicação de calcário em solo de textura média. Foi utilizado delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram: Preparo Convencional (PC) sem calcário; PC com calcário; Preparo Profundo (PP) sem calcário e PP com calcário. Foram coletadas amostras (nas menores entrelinhas) área não trafegável e (nas maiores entrelinhas) na área trafegável por máquinas nas profundidades de 0,0-0,2, 0,2-0,4, 0,4-0,6, 0,6-0,8 e 0,8-1,0 m, em cada parcela, para avaliar as características físicas do solo após a primeira colheita. Após a instalação dos tratamentos (1 mês após o plantio) e imediatamente após a colheita foi mensurada a resistência mecânica do solo à penetração das raízes por meio de um penetrômetro de impacto. O monitoramento do armazenamento de água no solo foi realizado durante o cultivo da cana planta por meio de leituras com sonda de capacitância, modelo Diviner 2000®. O sistema radicular foi avaliado na profundidade 0,0-0,2, 0,2-0,4, 0,4-0,6 e 0,6-0,8 m. Também foram realizadas avaliações de parâmetros físicos do solo, de biometria e produtividade de colmos da cana-de-açúcar. Na zona não trafegável, o PP sem calagem apresentou maior valor de macroporosidade na profundidade 0,0-0,2 m não diferindo do PC com calagem. Já em relação a zona de tráfego PP resultou em maior microporosidade e resistência do solo a penetração. De uma forma geral o PP sem calagem apresentou até 0,2 m maior estabilidade de agregados na zona não trafegável. Na zona de tráfego, na camada 0,0-0,2 m, a menor agregação do solo ocorreu no PC sem calcário. Os tratamentos com calagem aumentaram o conteúdo de água disponível nas camadas mais profundas do solo. O PP não proporcionou maior crescimento radicular em profundidade. Os tratamentos com calagem influenciaram positivamente as propriedades físicas do solo e aumentaram a produtividade de colmos.

Resumo (inglês)

With the expansion of sugarcane cultivation in Brazil and the intensification of mechanization, such as the harvesting of raw cane, there is an increase in soil compaction and reduced productivity to levels far below the potential of the crop. Changes in the soil management system, such as deep-bedded tillage, have been proposed by the sulcoroalcohol sector, but still lack scientific basis for validation, including evaluations of possible changes in the response of the crop to liming. Deep tillage aims to prepare, correct and fertilize the soil only in the area where the planting furrows will be made. Thus, the objective was to evaluate the physical attributes of the soil and the productivity of sugarcane stalks, depending on the soil tillage system and the application of lime in medium textured soil. A randomized complete block design with four replications was used. The treatments were: Conventional Preparation (CP) without limestone; PC with limestone; Deep Preparation (PP) without limestone and PP with limestone. Samples (in the smallest lines) were collected in the non-trafficable area and (in the largest lines) in the machine-trafficable area at depths of 0.0-0.2, 0.2-0.4, 0.4-0.6, 0. 6-0.8 and 0.8-1.0 m, in each plot, to assess the physical characteristics of the soil after the first harvest. After treatment installation (1 month after planting) and immediately after harvesting, mechanical soil resistance to root penetration was measured by an impact penetrometer. The monitoring of soil water storage was carried out during the cultivation of sugarcane using Diviner 2000® capacitance probe readings. The root system was evaluated at depth 0.0-0.2, 0.2-0.4, 0.4-0.6 and 0.6-0.8 m. Evaluations of soil physical parameters, biometrics and yield of sugarcane stalks were also performed. In the non-trafficable zone, the liming-free PP presented the highest macroporosity value in the 0.0-0.2 m depth, not differing from the limed PC. In relation to the PP traffic zone resulted in higher microporosity and soil resistance to penetration. In general, PP without liming showed up to 0.2 m greater stability of aggregates in the non-traffic zone. In the traffic zone, in the 0.0-0.2 m layer, the lowest soil aggregation occurred in the PC without limestone. Liming treatments increased the water content available in the deepest layers of the soil. PP did not provide greater root growth in depth. Liming treatments positively influenced the physical properties of the soil and increased stalk productivity.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados