Sporobolomyces koalae como um novo agente de controle biológico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-08-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Dentre as doenças de pós-colheita que ocorrem em citros, encontra-se a podridão azeda, causada por Geotrichum citri-aurantii, que afeta frutos de todas as espécies e cultivares em países produtores da cultura. Para as condições de Brasil, não existem fungicidas registrados para o controle desse patógeno. Na busca de uma alternativa de manejo, esse trabalho visa dar continuidade aos estudos da levedura Sporobolomyces koalae, que em pesquisas anteriores mostrou potencial para o controle da doença, tendo como objetivos específicos: (i) a análise filogenética para confirmação da espécie do isolado ACBL-42 (Sporobolomyces koalae); (ii) verificar o efeito de diferentes meios de cultivo na produção de células da levedura; (iii) determinar a curva de crescimento de S. koalae; (iv) verificar o efeito de fontes nutricionais no cultivo da levedura para a atividade antagônica; (v) verificar mecanismos de ação da levedura que possam estar envolvidos no controle de G. citri-aurantii, e, finalmente, (vi) dar início a estudos de biossegurança do antagonista, visando a produção futura de um bioproduto. A partir dos resultados apresentados neste estudo, foi possível concluir que a região ITS foi suficiente para confirmar a espécie, porém a utilização das duas regiões (ITS e D1/D2) para a construção de uma árvore multilocus aumentou a precisão quanto a distinção entre os isolados da mesma espécie; o melhor meio de cultura para o crescimento de S. koalae foi o Sabouraud, que quando suplementado com sacarose 1% ou sulfato de cobre 0,05mM foi capaz de favorecer a produção de biofilme e viabilizar a atividade antagônica da levedura contra o G. citri-aurantii; a produção de sideróforos não é um mecanismo de ação da levedura e, finalmente, que a levedura S. koalae não apresenta efeitos pró-inflamatórios em testes de membrana cório-alantóide de ovos embrionados, necessitando, porém, de mais estudos para garantir a sua segurança, quando na confecção de um bioproduto.
Among the post-harvest diseases that occur in citrus, there is the sour rot, caused by Geotrichum citri-aurantii, which affects fruits of all species in crop-producing countries. There are no fungicides registered for control in Brazil. This work aims to continue the studies of the yeast Sporobolomyces koalae, which in previous studies showed potential to control the disease, having as specific objectives: (i) phylogenetic analysis for confirmation of species for ACBL-42 (Sporobolomyces koalae); (ii) verify the effect of different culture media on production of yeast cells; (iii) determine growth curve of S. koalae; (iv) verify the effect of nutritional sources in the culture media for the antagonistic activity; (v) verify mechanisms of action that may be involved in the control of G. citri-aurantii, (vi) to initiate the biosafety studies of the antagonist, aiming a future production of a bio-product. From the results presented in this study, it was possible to conclude that the ITS region was sufficient to confirm species, but the use of two regions (ITS and D1/D2) for the construction of a multilocus tree increased the precision regarding the distinction among isolates of the same species; the best culture medium for S. koalae was Sabouraud, which when supplemented with 1% sucrose or 0.05mM copper sulfate, was able to favor biofilm production and antagonism; there is no production of siderophores and, finally, S. koalae does not present proinflammatory effects in tests of chorioallantoic membrane of embryonated eggs, but more studies are necessary to guarantee a safe bio-product.

Descrição

Palavras-chave

Curva de crescimento, Antagonismo, Podridão azeda, Geotrichum citri-aurantii

Como citar