Os espaços públicos de lazer da cidade de Teresina (PI)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-03-06

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

This research on the urban geography of Teresina, focuses on public recreational areas of the city, its distribution, appropriation, conservation. As a main goal, we sought to understand how the public leisure spaces in Teresina-PI are specialized, their main problems and potentialities. Leisure becomes increasingly important to life quality, since it currently has a strict separation between work time and leisure time, this is highlighted in the cities, because this separation is even more rigid. The public spaces of cities, therefore, should in a democratic manner, allow access to recreation for all people regardless of their social class, this because leisure has become an important content of urban life. The theoretical and methodological strand focused on dialectics allowed an analysis of public recreational areas of Teresina as a social phenomenon, rich in contradictions. The methodological procedures adopted were: literature review, documentary research, observation, field research with questionnaires and interviews. The spatial area of research was the city of Teresina, and the sample used were 10 districts two in each area of the city, the largest leisure public spaces existing in the city were further analyzed. The analysis undertaken in this study allowed us to observe that the city of Teresina is still very needy regarding the existence, distribution and structuring of its public spaces for leisure. It was verified that although the society has diversified its forms of leisure over time, urban policies towards equipping the neighborhoods with public spaces have not been effective. In addition, there are other barriers such as lack of maintenance of existing public spaces and urban violence that puts people off of these places
Esta pesquisa sobre a Geografia Urbana de Teresina tem como foco os espaços públicos de lazer da cidade, sua distribuição, apropriação, conservação. Como objetivo principal, buscou-se compreender como estão espacializados os espaços públicos de lazer em Teresina (PI), seus principais problemas e potencialidades e os específicos foram entender sua conservação, localização e utilização. O lazer tornase cada vez mais importante para a qualidade de vida das pessoas, uma vez que se tem atualmente uma rígida separação entre tempo do trabalho e tempo do lazer, nas cidades este ganha destaque, pois esta separação é ainda mais rígida. Os espaços públicos presentes nas cidades devem, portanto, de forma democrática, permitir o acesso ao lazer para todas as pessoas independente de sua classe social; isso porque o lazer passou a ser importante conteúdo da vida urbana. A vertente teórico/metodológica, centrada na dialética, permitiu uma análise dos espaços públicos de lazer de Teresina como um fenômeno social rico em contradições. Os procedimentos metodológicos adotados foram: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, observação, pesquisa de campo com a aplicação de questionários e entrevistas. O recorte espacial da pesquisa foi a cidade de Teresina, e a amostra utilizada foram dez bairros, sendo dois de cada zona da cidade, foram ainda analisados os espaços públicos de lazer maiores existentes na cidade. A análise empreendida nesta pesquisa permitiu observar que a cidade de Teresina ainda está muito carente no que diz respeito à existência, distribuição e estruturação de seus espaços públicos de lazer. Constatou-se que apesar de a sociedade teresinense ter diversificado suas formas de lazer, ao longo do tempo, as políticas urbanas no sentido de equipar os bairros de espaços públicos não têm sido eficazes. Além disso, existem outros entraves, como a falta de conservação dos espaços públicos...

Descrição

Palavras-chave

Leisure, Lazer, Espaços publicos, Geografia urbana, Urbanização, Teresina (PI)

Como citar

SANTOS, Laudenides Pontes dos. Os espaços públicos de lazer da cidade de Teresina (PI). 2015. 323 f. Tese - (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2015.