A geração Alpha na voz de estudantes durante a pandemia de COVID-19

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-08-28

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os anos de 2020 e 2021 foram marcados pela pandemia de COVID-19. Nas escolas, educação básica até então presencial, passou a ser dada remotamente. As tecnologias digitais foram vistas como uma ferramenta importante para a continuação do ensino de forma remota. Tendo em vista que a Geração Alpha é identificada como “Nativos Digitais”, o ensino remoto dado através das tecnologias não seria problema para essas crianças, uma vez que elas teriam facilidade ao utilizar os aparelhos eletrônicos. Entretanto, houve diferentes experiências, entre as crianças, com os aparelhos eletrônicos durante o ensino remoto. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi de investigar como as experiências das crianças da denominada Geração Alpha durante a pandemia impactaram sua formação, explorando os desafios, oportunidades e estratégias adotadas para lidar com a situação durante o ensino remoto. Para isso, este estudo entrevistou crianças nascidas entre 2009 e 2011, estudantes dos 6º anos do ensino fundamental II. Para a análise das entrevistas, estas foram organizadas em três momentos: 1) análise do perfil das crianças entrevistadas; 2) análise dos desafios, oportunidades e estratégias utilizadas durante o ensino remoto na pandemia pelas crianças da geração alpha e; 3) análise do ensino remoto e seus impactos na formação das crianças. Buscou-se utilizar as contribuições teóricas da Teoria Crítica da Sociedade para analisar quais foram as prioridades, ganhos e perdas durante a pandemia. Entre os resultados, destacou-se que os impactos da pandemia apontam para a necessidade de ampliar os objetivos educacionais voltados para a formação dos educadores e das crianças, sobretudo em relação à valorização das questões socioemocionais. Além disso, ressaltou-se a importância e a necessidade da reflexão crítica sobre os mecanismos sociais e das tecnologias digitais utilizadas pelas escolas e pelos estudantes durante o ensino remoto.
The years 2020 and 2021 were marked by the COVID-19 pandemic. In schools, basic education, which until then was face-to-face, began to be given remotely. Digital technologies were seen as an important tool for continuing remote teaching. Considering that the Alpha Generation is identified as "Digital Natives", remote teaching through technologies would not be a problem for these children, since they would find it easy to use electronic devices. However, there were different experiences among children with electronic devices during remote teaching. Thus, the objective of this work was to investigate how the experiences of children of the so-called Alpha Generation during the pandemic impacted their education, exploring the challenges, opportunities and strategies adopted to deal with the situation during remote teaching. For this, this study interviewed children born between 2009 and 2011, students in the 6th grade of elementary school II. For the analysis of the interviews, these were organized into three stages: 1) analysis of the profile of the children interviewed; 2) analysis of the challenges, opportunities and strategies used during remote teaching in the pandemic by children of the alpha generation and; 3) analysis of remote teaching and its impacts on children's education. We sought to use the theoretical contributions of the Critical Theory of Society to analyze what were the priorities, gains and losses during the pandemic. Among the results, it was highlighted that the impacts of the pandemic point to the need to expand educational objectives aimed at training educators and children, especially in relation to the appreciation of socio-emotional issues. In addition, the importance and need for critical reflection on the social mechanisms and digital technologies used by schools and students during remote teaching was highlighted.

Descrição

Palavras-chave

Geração Alpha, Ensino Remoto, Experiências Formativas, Teoria Crítica e Educação, Pandemia de COVID-19, Alpha Generation, Remote Learning, Formative Experiences, Critical Theory and Education, COVID-19 pandemic

Como citar

CALDERAN, Andréa. A geração Alpha na voz de estudantes durante a pandemia de COVID-19. 2023. 270 p. Tese (Doutorado em Educação Escolar) - Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - UNESP, Araraquara, 2023.