Assoreamento de lago integrante da sub-baciado Córrego da Cascata, Botucatu, SP: implicações morfométricas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The watershed is considered a unit of territorial study, planning and land management, and is molded by the local geologic conditions and climate. Thus, this study aimed to assess the morphometric features of the subwatershed of Cascata Stream, in Botucatu (SP), and their implications for the siltation process in a lake. The assessment included indexes generated from data calculated by means of a digitalized cartographic basis georeferenced on the 1:10,000 scale using the software AutoCad map 2004. The software Quantum GIS 1.8 was also employed to generate the digital elevation model (DEM) and the map of declivities which led to the mean declivity (Dm) of the subwatershed. According to the indexes form factor (Kf), sinuosity (Is), circularity (Ic) and compacity coefficient (Kc), the subwatershed had elongated form, low propensity to floods and rapid flow. The draining density (Dd) and relief ratio (Rr) indicated more efficient mean drainage, favoring higher desiccation and mean erosive stage. The roughness coefficient (Cr) indicated that this subwatershed is suited to agriculture. The anthropic intervention at the watershed dividing line is the major factor for sediment carrying in the lake and compromises not only the landscape beauty, but also the aquatic life of this ecosystem.

Resumo (português)

A bacia hidrográfica é considerada uma unidade de estudo, planejamento e gerenciamento territorial, e é moldada pelas condições geológicas e climáticas locais. Assim, este estudo teve por objetivo avaliar as características morfométricas da sub-bacia do Córrego da Cascata, em Botucatu (SP), e suas implicações no processo de assoreamento de um lago. Os índices gerados a partir de dados calculados com base cartográfica digitalizada e georreferenciada na escala 1:10.000, com utilização do AutoCAD Map 2004; o software Quantum GIS 1.8, para gerar o modelo digital de elevação (MDE) e o mapa de declividades que permitiu obter a declividade média (Dm) da sub-bacia. Através dos índices fator de forma (Kf), sinuosidade (Is), circularidade (Ic) e coeficiente de compacidade (Kc), a sub-bacia apresentou forma alongada, com baixa propensão a enchentes e com escoamento rápido. A densidade de drenagem (Dd) e relação de relevo (Rr) indicaram drenagem média e mais eficiente, o que favorece a elevada dissecação e o médio estágio erosivo. O coeficiente de rugosidade (Cr) indicou sub-bacia vocacionada à agricultura. A intervenção antrópica na linha do divisor de águas é o principal fator do carreamento de sedimentos no lago e não apenas compromete a beleza paisagística do local como altera a vida aquática do ecossistema.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Caminhos de Geografia, v. 15, n. 50, p. 172-186, 2014.

Itens relacionados