Análise química dos efeitos de diferentes doses de radiação ionizante nas porções orgânicas e inorgânicas da dentina

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-03-08

Orientador

Gonçalves, Sérgio Eduardo de Paiva

Coorientador

De Mendonça, Rafael Pinto

Pós-graduação

Curso de graduação

São José dos Campos - ICT - Odontologia

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (português)

Objetivo: O objetivo deste estudo foi realizar a análise química dos efeitos colaterais de diferentes doses de radiação ionizante utilizadas para o tratamento do câncer de cabeça e pescoço nas porções orgânicas e inorgânicas da dentina. Material e Métodos: Foram selecionados 60 dentes incisivos bovinos, limpos com curetas periodontais e armazenados em solução de timol a 0,1%. As raízes foram seccionadas a 2mm da junção amelo-cementária e utilizando a coroa, foram obtidas amostras de dentina através do desgaste em politriz para remoção do esmalte. As amostras foram incluídas em resina acrílica, e divididas em 4 grupos (n=15), de acordo com a dose de irradiação recebida: Controle (0 Gy – Sem irradiação); 20 Gy; 40 Gy; e 70 Gy. Uma análise química qualitativa e quantitativa foi realizada por ensaio de espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier FTIR e foram realizadas imagens de MEV. Para simulação da radiação in vivo que ocorre no paciente, as amostras foram irradiadas com um equipamento de Cobalto-60, nas doses especificadas em cada grupo. Resultados: Para a análise dos resultados, foram realizados testes de normalidade e homocedasticidade, sendo normal a distribuição dos valores e foram submetidos a análises estatísticas pelo teste ANOVA a 1 fator, com nível de amida I (p=0,005) e carbonato (p=0,005) em relação ao grupo controle. A MEV evidenciou uma superfície colapsada da matriz colágena, que pareceu aumentar conforme a dose. Conclusão: Conclui-se, portanto, que, a radiação ionizante por Co60 gerou alterações na estrutura dentinária, variação na composição química orgânica e inorgânica, reduzindo os níveis de amida tipo I e carbonato, quando comparado ao grupo controle.

Resumo (inglês)

Aim: The aim of this study was to carry out a chemical analysis of the side effects of different doses of ionizing radiation used to treat head and neck cancer on the organic and inorganic portions of dentin. Material and Methods: 60 bovine incisor teeth were selected, cleaned with periodontal curettes and stored in 0.1% thymol solution. The roots were sectioned 2 mm from the cementoenamel junction and, using the crown, dentin samples were obtained by grinding the enamel with a polishing machine. The samples were embedded in acrylic resin and divided into 4 groups (n=15) according to the dose of irradiation received: Control (0 Gy - No irradiation); 20 Gy; 40 Gy; and 70 Gy. A qualitative and quantitative chemical analysis was carried out using Fourier transform infrared spectroscopy (FTIR) and SEM images were taken. To simulate the in vivo radiation that occurs in the patient, the samples were irradiated with Cobalt-60 equipment at the doses specified for each group. Results: To analyze the results, normality and homoscedasticity tests were carried out and the distribution of the values was normal. They were submitted to statistical analysis using the 1-factor ANOVA test with a significance level of 5%, with a significant change when comparing the amide I band (p=0.005) and carbonate (p=0.005) in relation to the control group. SEM revealed a collapsed surface of the collagen matrix, which appeared to increase with dose. Conclusion: It can therefore be concluded that Co60 ionizing radiation caused changes in dentin structure, variations in organic and inorganic chemical composition, reducing the levels of type I amide and carbonate when compared to the control group.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados