Letramentos na educação de jovens e adultos: ressignificando identidades

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-09-21

Autores

Procópio, Ana Paula Fernandes

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A Educação de Jovens e Adultos (EJA), no Brasil, sempre esteve vinculada a questões de luta e de resistência. Nesse contexto, trabalhar questões ligadas à Língua Portuguesa deveria estar alicerçado em uma perspectiva de linguagem mais ampla, entendida como prática social, cada vez mais exigida para a participação ativa na sociedade moderna. Acreditamos que, para muitos dos alunos de EJA, o ambiente escolar seja o único espaço para que essa prática se efetive com êxito e que seus resultados sejam colhidos também em outros setores sociais. Desse modo, o objetivo desta pesquisa é investigar as experiências de letramentos de alunos de EJA, a fim de compreender os processos de constituição de identidades, bem como a formação crítica, que os torna aptos a circular em diferentes esferas de atividade humana, como sujeitos de direitos, que produzem significados e atuam como agentes de transformação. Nesse sentido, o presente estudo se caracteriza como uma pesquisa qualitativa, a partir da tipologia do Estudo de Caso, o qual consistiu na investigação nas aulas de Língua Portuguesa, das representações pessoais, formativas e das vivências educativas em relação ao letramento de três alunos que frequentam uma sala de sétimo ano do Ensino Fundamental em uma escola municipal de Ourinhos-SP que oferta a EJA. Para tanto, utilizou-se como instrumentos de coleta de dados, 03 questionários com questões abertas e fechadas acerca da temática pesquisada. Desse modo, usou-se como procedimento de análise de dados a Análise de Conteúdo de Bardin (1977), a partir da elaboração de três eixos de discussão, sendo eles: (I) Perfil dos sujeitos pesquisados; (II) Sobre a EJA; (III) Entre histórias e memórias: representações dos alunos da EJA sobre a prática de leitura e escrita. Diante disso, verificou-se que grande parte dos sujeitos deixaram seus estudos por questões econômicas, tão logo voltaram à escola almejando melhores oportunidades de trabalho; a maioria também concebe a EJA como uma oportunidade de estudar, e como meio de aprender a ler e escrever melhor, por isso acreditam que as aulas de Língua Portuguesa devem basear-se mais na decodificação mecânica dos signos. Sendo assim, faz-se necessário uma melhora formativa dos docentes que trabalham com alunos de EJA, de modo que articulem, dialeticamente, a escrita e a leitura e levem seus alunos a conceber a linguagem como via de ressignificação e transformação crítica e social.
Youth and Adult Education (EJA) in Brazil has always been linked to issues of struggle and resistance. In this context, working on issues related to the Portuguese language should be based on a broader language perspective, understood as a social practice, increasingly required for active participation in modern society. We believe that, for many EJA students, the school environment is the only space for this practice to be carried out successfully and that its results are also collected in other social sectors. Thus, the objective of this research is to investigate the literacy histories of EJA students, in order to understand the processes of identity constitution, as well as the critical formation, which makes them able to circulate in different spheres of human activity, as subjects rights, which produce meanings and act as agents of change. In this sense, the present study is characterized as a qualitative research, based on the typology of the Case Study, which consisted of the investigation in Portuguese language classes, of personal representations, training and educational experiences in relation to literacy in classes of three students who attend a seventh-year elementary school classroom in a municipal school in Ourinhos-SP that offers EJA. For that, we used as data collection instruments, 03 questionnaires with open and closed questions about the researched theme. Thus, the Bardin's Content Analysis (1977) was used as a data analysis procedure, based on the elaboration of three axes of discussion, namely: (I) Profile of the researched subjects; (II) About EJA; (III) Between stories and memories: representations of EJA students about the practice of reading and writing. Therefore, it was found that most subjects left their studies for economic reasons, as soon as they returned to school, aiming for better work opportunities; most also see EJA as an opportunity to study, and as a means of learning to read and write better, so they believe that Portuguese language classes should be based more on the mechanical decoding of signs. Thus, it is necessary to improve the training of teachers who work with EJA students, so that they dialectically articulate writing and reading and lead their students to conceive of language as a way of reframing and critical and social transformation.

Descrição

Palavras-chave

Letramento, Educação de Jovens e Adultos, Identidades

Como citar