Deficiência de Mn em soja, induzida por adubação potássica e calagem

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

1990-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Tanto a toxidez como a deficiência de Mn em soja (Glycine max (L.) Merrill), levam a um prejuízo na produtividade. Tem-se recomendado a calagem para superar os graves problemas de toxidez de Mn em soja, mas existem condições potenciais para ocorrer indução de deficiências de micronutrientes, inclusive o Mn. Com o objetivo de explorar esta possibilidade, a cultivar de soja Cristalina foi plantada em vasos, contendo dois Latossolos Vermelho- Escuro de textura média, na presença ou ausência de adubação potássica (50 ug/cm3), e calagem. Os resultados obtidos demonstraram que a adubação potássica pode ter como consequência uma menor absorção de Mn pela soja, e quando associada à calagem (pH 6,5) pode levar à ocorrência de deficiência induzida de Mn, que se manifesta como clorose internerval nas folhas do terço superior da planta.

Descrição

Palavras-chave

Idioma

Português

Como citar

Pesquisa Agropecuaria Brasileira. Brasilia: Empresa Brasil Pesq Agropec, v. 25, n. 6, p. 833-836, 1990.

Itens relacionados

Financiadores