Efeitos prodrômicos da exposição de baixa dose à radiação ionizante na musculatura esquelética e trato gastrointestinal de zebrafish

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-02-07

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O pequeno teleósteo Danio rerio, também conhecido como zebrafish, tem se mostrado um excelente modelo experimental para o estudo de diversas patologias como câncer, distrofia muscular e estresse. No que se diz respeito à radiação ionizante, esta é definida como capaz de ionizar um meio, produzindo radicais livres ou espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, sendo essas interações capazes de quebrar ligações químicas e danificar membranas celulares, podendo causar estresse oxidativo e danos ao DNA. Foram escolhidos aleatoriamente 60 zebrafish adultos, que foram divididos em 5 grupos experimentais, Controle, R1, R3, R7 e R15, sendo os últimos quatro expostos à radiação ionizante na dose única e de corpo inteiro de 2Gy. O tempo de eutanásia e coleta das peças do intestino delgado e da musculatura esquelética foram realizadas 1, 3, 7 e 15 dias após a exposição à radiação ionizante e, posteriormente analisadas histologicamente quanto ao número de células intestinais, comprimento das vilosidades intestinais, diâmetro das fibras musculares. Foi possível constatar que a radiação ionizante de baixas doses promove alterações morfofisiológicas significativas no tecido intestinal e na musculatura esquelética e que ambos possuem grande capacidade regenerativa.
The small teleost Danio rerio, also known as zebrafish, has proven to be an excellent experimental model for the study of various pathologies such as cancer, muscular dystrophy, and stress. About ionizing radiation, this is defined as capable of ionizing a medium, producing free radicals or reactive species of oxygen and nitrogen, and these interactions are capable of breaking chemical bonds and damaging cell membranes, which can cause oxidative stress and damage to the body. DNA. Sixty adult zebrafish were randomly chosen and divided into 5 experimental groups, Control, R1, R3, R7 and R15, the last four being exposed to ionizing radiation at a single and whole-body dose of 2Gy. The time of euthanasia and collection of parts of the small intestine and skeletal muscle were carried out 1, 3, 7 and 15 days after exposure to ionizing radiation, and subsequently analyzed histologically for the number of intestinal cells, length of intestinal villi, diameter of muscle fibers. We found that low dose ionizing radiation promotes significant morphophysiological changes in intestinal tissue and skeletal muscle, and that both have great regenerative capacity.

Descrição

Palavras-chave

Radiação ionizante, Zebrafish, Musculatura esquelética, Trato gastrointestinal, Peixe

Como citar