Digestibilidade, desempenho produtivo e parâmetros metabólicos de juvenis de Pacu Piaractus mesopotamicus submetidos a níveis crescentes de fibra bruta

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-07-18

Orientador

Fernandes, João Batista Kochenborger

Coorientador

Pós-graduação

Aquicultura - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo deste trabalho foi avaliar a digestibilidade e o tempo de trânsito gastrointestinal (TTGI) de dietas contendo níveis crescentes de fibra bruta (5, 7, 9, 11, 13 e 15%) para pacu. Os experimentos foram realizados no Centro de Aquicultura da UNESP, Jaboticabal - SP. Para o teste de digestibilidade foram utilizados 288 juvenis de pacu (43:1:2,2g) em um delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos e quatro repetições. Os animais foram previamente alimentados em aquários e transferidos para coletores de fezes do tipo Guelf Modificado, utilizando-se o método de coleta parcial de fezes. As rações foram marca das com 1% de oxido de cromio para a determinação da digestibilidade da proteína e energia das dietas. No ensaio de TTGI, 288 pacus (48,25:t3,06g) foram distribuídos em 24 aquários em delineamento inteiramente casualizado. Os peixes foram alimentados com rações contendo 1 % oxido de titânio ou cromio que apreseIitam cores diferentes, verde ou branca. Por meio de massagem abdominal foi averiguada periodicamente a cor das fezes. O TTGI foi estabelecido quando as fezes de todos os peixes apresentaram cor verde. Os coeficientes de digestibilidade aparente da proteína, matéria seca e energia das dietas foram influenciados pelo aumento do nível de fibra apresentando redução com a elevação deste nutriente nas rações. Da mesma forma, o aumento da fibra reduziu o TTGI. Os peixes alimentados com os três níveis mais altos de fibra (11, 13 e 15%) apresentaram TTGI médio de 18 horas, enquanto os peixes alimentados com os menores níveis (5, 7 e 9%) completaram o TTGI em 20 horas. Conclui-se que em dietas para juvenis de pacu pode-se empregar até 9% de fibra bruta sem efeito negativo na digestibilidade da energia, proteína e matéria seca e sem alterar o TTGI.

Resumo (inglês)

This work aimed evaluated the effect of increasing dietary fiber levels (5, 7, 9, lI, 13 and 15%) on pacu digestibility and gastrointestinal transit time (GTT). The experiments were developed on São Paulo State University Aquaculture Center. The digestibility trial used 288 pacu juveniles (43:t2,2g) in a completely randomized designo The fish were previouly fed in aquaria and transferred to feces collector of Guelf type, using the partial sampling method. The inert marker on the diets was chromic oxide (1 %) to establish the dietary protein and energy digestibility. In the GTT assay 288 pacu juveniles (48.25:t3.06g) were distributed in 24 aquaria with completely randomizeddesign. Fish were fed with two colored diets, green and white color,. and the color of feces was determined after abdominal pressure. The white and green diets used 1% of titanium and chromic oxides, respectively. The total GTT was determined when all fish showed green feces. The apparent energy and protein digestibility coefficients reduced as dietary fiber levels incresed. Fish fed with high fiber levels (lI, 13 and 15%) completed the GTT in 18 hours, while fish fed lower fiber levels (5, 7 and 9%) completed in 20 hours. These results indicated that 9% of dietary fiber can be used in pacu juveniles diets without negative effects on energy and protein digestibility and GTT.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

RODRIGUES, Laurindo André. Digestibilidade, desempenho produtivo e parâmetros metabólicos de juvenis de Pacu Piaractus mesopotamicus submetidos a níveis crescentes de fibra bruta. 2008. iv, 66 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Centro de Aqüicultura, 2008.