Ampliando o repertório do coro infanto-juvenil: um estudo de repertório inserido numa nova estética

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Nesta pesquisa pretendeu-se introduzir repertório vocal, que envolva parâmetros musicais não vivenciados pelos grupos corais infantis ou infanto-juvenis. Hoje na cidade de São Paulo, a maior parte desses coros dedica-se a um repertório mais ou menos restrito. A comprovação dessa hipótese foi feita pela análise de programas de concerto e por informações fornecidas por alguns regentes a respeito do trabalho coral realizado em seus coros. Mediante a comprovação da restrição, acredita-se que as produção musical vivenciada por esses grupos fornece uma visão unilateral da música. O objetivo desse estudo é aproximar a prática coral do sujeito da pesquisa, a um tipo de repertório musical que utiliza organições harmônico-melódicas até então desconhecidas pelo grupo. Esperou-se com isso que a forma e escuta fossem modificadas e a lacuna existente entre compositor e prática educativa, minimizada. Como fundamentação, partiu-se da idéia de música como linguagem, seguindo os pressupostos teóricos de Gadamer e Merleau-Ponty em que a linguagem é vista pelo prisma de seu uso pelo falante. O suporte pedagógico foi encontrado no compositor Guy Reibel que aponta para a lacuna existente entre a prática musical estudantil e profissional e a produção de música contemporânea. Na área vocal, a pesquisa foi amparada pelos trabalhos de Sharon Mabry e Brigitte Rose. A pesquisa é qualitativa participativa de caráter intervencionista e previlegiou a descrição, a análise e a interpretação de dados. Dessa reflexão e de sua aplicação no trabalho prático, percebeu-se que há envolvimento e comprometimento do coro com o repertório selecionado e que já se notam mudanças na atitude de escuta do grupo, necessárias à sua execução
In this research it was intended to introduce vocal repertoire that contain musical parameters not familiar to the children and youthful choir. Today, most of the São Paulo city choirs dedicate themselves to a restricted repertoire. The evidence of this hypotheses was made by analyzing concert programs and information given by some conductors, regarding to their choral work. With the evidence of the repertoire restriction, it is believed that this kind of practice gives a unilateral vision of music to the choirs'singers. The goal of this study was to bring the choir near to musical repertoire that uses a harmonic-melodic organization until them unknown for the group. It was expected by this approach, that the way of listerning would be modified and the existing gap between composers and pedagogical practice would be minimized. The basis of this research is the concept of music as a language, pursuing the thoughts of the theoreticians Gadamer and Merleau-Ponty, that see the language by the prism of its use by the speaker. The pedagical support was found in the composer Guy Reibel that points to the existing gap between the students and professional musical practice and the contemporary music production. In the vocal area, the research was supported by Sharon Marby and Brititte Rose's works. The investigation is qualitative participative of interventionist aspect and privileged the description, the analysis and the interpretation of the facts. From this reflection and its practical application, it was perceived that the choir was involved to the selected repertoire and already changes in choir's listening attitude, necessary to the repertoire perfomance are noticed

Descrição

Palavras-chave

Musica - Instrução e estudo, Musica - Educação, Coro, Choir, Repertoire, Music Education

Como citar

VERTAMATTI, Leila Rosa Gonçalves. Ampliando o repertório do coro infanto-juvenil: um estudo de repertório inserido numa nova estética. 2006. 296 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Artes, 2006.