Caracterização das habilidades sociais de universitários

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The entering at the University requires new social skills and their deficits may bring to students academic and interpersonal diffi culties. Few studies have addressed the infl uence of undergraduate periods and gender diff erences regarding social skills shown by college students, including frequency and quality which they occur and previous and consequent interaction variables. The main objective of this article is to describe the social skills shown by college students over undergraduate years. For specifi c objectives this study intends (a) the comparison of student groups in diff erent years (fi rst/second; fi rst/third; second/third) of full-time and nocturne periods, of men and women and (b) the presentation of functional analysis of interactions, considering the most frequent behaviors and contexts. For that, 85 students of Design course were analyzed through the following instruments: the Social Skills Questionnaire to College Students, Behaviors and Contexts; and the Social Skills Inventory (SSI). The results indicate diff erences between men and women and between full-time students and nocturne ones, and the greatest diff erences were in comparison between years, indicating that the fi rst and second years require greater investments in interventions, because they present greater diffi culties in communication behaviors, expressiveness and confl ict resolution. Furthermore, implications, limitations and suggestions for research are discussed.

Resumo (português)

O ingresso na universidade demanda novas habilidades sociais, e o seu défi cit pode trazer aos universitários difi culdades acadêmicas e interpessoais. Poucos estudos têm abordado a infl uência dos períodos da graduação e das diferenças de gêneros quanto às habilidades sociais apresentadas por universitários, inclusive quanto à frequência, à qualidade com que ocorrem, e às variáveis antecedentes e consequentes das interações. O objetivo geral deste artigo consiste em descrever as habilidades sociais apresentadas por estudantes universitários ao longo dos anos de graduação, verifi cando mudanças com o passar dos períodos letivos. Especifi camente, o estudo propõe-se à comparação de grupos de estudantes de diferentes anos (1º e 2º, 1º e 3º, 2º e 3º) dos períodos integral e noturno e de homens e mulheres e à apresentação das análises funcionais das interações, considerando os comportamentos e contextos mais frequentes. Foram avaliados 85 estudantes universitários do curso de Desenho Industrial, utilizando-se o Questionário de Habilidades Sociais para Universitá- rios – Comportamentos e Contexto e o Inventário de habilidades Sociais (IHS). Os resultados apontaram diferenças entre homens e mulheres e entre os períodos integral e noturno: as maiores diferenças residem nas comparações entre os anos, indicando que os primeiros e segundos anos necessitam de maiores investimentos em intervenções, pois apresentam maiores difi culdades em comportamentos de comunicação, expressividade e resolução de confl itos. Implicações, limitações e sugestões de estudos também são discutidas

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Contextos Clínicos, v. 3, n. 1, p. 62-75, 2010.

Itens relacionados

Financiadores