Estratégias de distribuição adotadas pelos agentes produtor e indústria processadora na cadeia da piscicultura

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-08-17

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A cadeia da piscicultura vem ganhando destaque dentre a produção do agronegócio. No ano de 2020 obteve um crescimento 5,9% em relação ao ano anterior, e a projeção do aumento do consumo pela população latina para peixes até 2030 é de 33%. Mas entre a produção e o compra do produto pelo consumidor final, existem dificuldades e gargalos no qual envolvem os agentes que integram o canal de distribuição do produto. Os agentes da cadeia necessitam se munir de estratégias eficientes para atingir seus objetivos de distribuição. As indústrias frigoríficas assim como os produtores se utilizam das possibilidades existentes ofertadas pelos canais de distribuição para se manterem ativos no mercado e proporcionarem a seus produtos uma distribuição no sentido de valorização e remuneração assertivas a estratégia escolhida. Para evidenciar como é utilizado os canais de distribuição pela piscicultura e como os agentes utilizam de seus recursos para gerir estratégias para realizar a comercialização, tem-se como pergunta de pesquisa “como os atores da cadeia de piscicultura, notadamente produtor e indústria, definem sua estratégia de distribuição?”. Desta forma o objetivo geral da pesquisa foi: analisar as estratégias de distribuição adotadas pelos agentes produtor rural e indústria frigorífica na cadeia da piscicultura. De modo específico buscou-se a) caracterizar os canais de distribuição utilizados pela piscicultura; b) identificar os agentes atuantes nesses canais de distribuição e suas funções; e c) determinar os gargalos dos canais de distribuição. A presente pesquisa teve como procedimento metodológico o objetivo de ser exploratória e descritiva e com a abordagem qualitativa. Para realização da pesquisa foi utilizado o método de pesquisa de estudos de múltiplos casos, onde foram feitas entrevistas com formulários semiestruturados com produtores e indústria frigorífica da cadeia. Foram relatados dois casos, um localizado no estado de São Paulo e com tipologia de empresa verticalizada, e o outro caso localizado no estado do Paraná no qual a indústria frigorífica adquire a matéria prima para seu processamento de diversos fornecedores locais. Identificou-se que os canais de distribuição são a chave para o desenvolvimento da cadeia, o crescimento e fortalecimento desta acontece quando existe sinergia entre os elos, e a presença de confiança nas negociações. Ambas as organizações demonstram a preocupação em estabelecer bons parceiros para alinhamento das necessidades de cada elo e estas serem atendidas da mesma forma. Utilizam as especialidades ofertadas pelos canais de distribuição escolhidos para promover seus produtos e satisfazer suas pretensões comerciais. Foram encontradas diferenciações entre os casos, a empresa verticalizada demonstrou alta preocupação em direcionar suas atividades a fim de maximizar sua rentabilidade e para tal não dispensa a existência de boas parcerias. A empresa não verticalizada busca a estabilidade e promoção de boas parcerias com seus elos, promovendo confiança entre eles e futuras negociações assertivas. Com relação à realidade enfrentada por pequenos produtores, fornecedores de processadores independentes, foi demonstrado a falta de organização em suas práticas de gestão. A atividade sofre com a interferência de gargalos oriundos da falta de um ambiente político/ legal mais claro e definido. A piscicultura detém características específicas de produção, comercialização e manuseio no qual demandam maiores incentivos para a organização da classe.
The fish farming chain has been gaining prominence among agribusiness production. In the year 2020 it had a growth of 5.9% compared to the previous year, and the projection of an increase in consumption by the Latino population for fish until 2030 is 33%. But between the production and purchase of the product by the final consumer, there are difficulties and bottlenecks that involve the agents that make up the product's distribution channel. Chain agents need to equip themselves with efficient strategies to achieve their distribution goals. The meatpacking industries as well as the producers use the existing possibilities offered by the distribution channels to remain active in the market and provide their products with a distribution in the sense of assertive valuation and remuneration for the chosen strategy. To show how fish farming distribution channels are used and how agents use their resources to manage strategies to carry out commercialization, the research question is “how fish farming chain actors, notably farmer and fish refrigerator industry, define their distribution strategy?”. Thus, the general objective of the research was: to analyze the distribution strategies adopted by the rural producer and meat industry agents in the fish farming chain. Specifically, we sought to a) characterize the distribution channels used by fish farming; b) identify the agents operating in these distribution channels and their functions; and c) determine bottlenecks in distribution channels. The present research had as a methodological procedure the objective of being exploratory and descriptive and with a qualitative approach. To carry out the research, the research method of multiple case studies was used, where interviews were conducted using semi-structured forms with producers and the chain's fish refrigerator industry. Two cases were reported, one located in the state of São Paulo and with a vertical company typology, and the other case located in the state of Paraná, in which the fish refrigerator industry acquires raw material for its processing from various local suppliers. It was identified that the distribution channels are the key to the development of the chain, its growth and strengthening happens when there is synergy between the links, and the presence of trust in the negotiations. Both organizations demonstrate the concern to establish good partners to align the needs of each link and these to be met in the same way. They use the specialties offered by the chosen distribution channels to promote their products and satisfy their commercial intentions. Differences were found between the cases, the vertical company showed a high concern in directing its activities in order to maximize its profitability and, for this, it does not dispense with the existence of good partnerships. The non-vertical company seeks stability and promotes good partnerships with its links, promoting trust between them and future assertive negotiations. Regarding the reality faced by small producers, suppliers of independent processors, the lack of organization in their management practices was demonstrated. The activity suffers from the interference of bottlenecks arising from the lack of a clearer and more defined political/legal environment. Fish farming has specific characteristics of production, marketing and handling, which demand greater incentives for class organization.

Descrição

Palavras-chave

Piscicultura, Canal de Distribuição, Estratégia, Produtor, Indústria Frigorífica, Fish farming, Distribution Channel, Strategy, Farmer, Fish Refrigerator Industry

Como citar