Abuso sexual infantil e incesto: a ética da escuta na clínica de Françoise Dolto

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This paper will discuss some aspects of the problem of child sexual abuse, specifically incest, drawing on psychoanalysis and in particular the psychoanalytic proposed by Françoise Dolto allowing their concepts of castration simboligênica, symbolic function, image and body language unconsciously take incest as the object of study to propose a psychoanalytic clinic devoted to listening to the subject, going beyond the legal concerns of policies on reporting and complaints, but not meddle in them, reflecting on the role of the psychologist and psychoanalyst in the clinic for children of sexual abuse.

Resumo (português)

Esse trabalho pretende discutir alguns pontos da problemática do abuso sexual infantil, especificamente o incesto, recorrendo à Psicanálise e em especial à clínica psicanalítica proposta por Françoise Dolto que permitiria pelos seus conceitos de castração simboligênica, função simbólica, imagem inconsciente do corpo e linguagem tomar o incesto como objeto de estudo para propor uma clínica psicanalítica voltada para a escuta do sujeito, indo além das preocupações jurídicas das políticas de notificação e denúncias, porém sem imiscuir-se nelas, refletindo sobre o papel do psicólogo e do psicanalista na clínica de crianças vítimas de abuso sexual.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Impulso, v. 22, n. 55, p. 9-19, 2012.

Itens relacionados

Financiadores