Manejo da irrigação por gotejamento na cultura do café arábica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-07-30

Orientador

Cruz, Raimundo Leite
Soratto, Rogério Peres

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A cafeicultura irrigada vem crescendo nos últimos anos no Brasil devido aos bons resultados apresentados em várias regiões do país, porém um dos grandes problemas de se utilizar a irrigação na cultura do café tem sido o manejo, pois são poucas as informações em relação a esse assunto. Objetivou-se com este trabalho avaliar o desenvolvimento vegetativo e as características fisiológicas do cafeeiro irrigado com diferentes lâminas de água, calculadas em função da evaporação de água do Tanque Classe A, durante as fases de expansão e granação dos frutos que são as, mas críticas da cultura em relação ao déficit hídrico. O experimento foi conduzido no período de novembro de 2011 até março de 2012, na Fazenda Nova América situada no município de Botucatu-SP, localizada nas coordenadas geográficas 22°56’ S e 48°21’W, altitude de 663m, em um cafezal da cultivar Obatã IAC 1669-20 com oito anos de idade. O experimento foi composto por seis tratamentos onde T1 foi a testemunha sem irrigação, as demais lâminas de água aplicadas foram correspondentes a 60% (T2), 80% (T3), 100% (T4), 120% (T5), 140% (T6) da evapotranspiração da cultura (Etc) calculada conforme a evaporação de água do Tanque Classe A. O crescimento de ramos e números de par de folhas, foram superiores nos tratamentos T5 e T6. O número de entrenós do T5 foi superior em relação aos demais tratamentos. As variáveis correspondentes à condutância estomática (gs) e temperatura foliar (Tf) não apresentaram diferenciação entre os tratamentos. Porém, os valores médios da assimilação líquida de carbono (A) dos tratamentos irrigados, apresentaram valores maiores em relação à testemunha sem irrigação

Resumo (inglês)

The purpose of the work was to evaluate vegetative development and physiological characteristics cultivated under different water depths, calculated according to the class A pan evaporation, the phases of expansion and grain formation that are overpriced, but criticism of culture in relation to water deficit. The experiment was conducted from November 2011 until March 2012, on the farm New America, in the municipality of Botucatu - SP, located by geographic coordinates 22 ° 56 'S and 48 ° 21' W, altitude of 663m, in a coffee plantation Obatã IAC 1669-20 cultivar with eight years of age. The experiment consisted of six treatments where T1 was no irrigation, other water depths were applied at 60% (T2), 80% (T3), 100% (T4), 120% (T5), 140% (T6) of crop evapotranspiration (Etc) calculated according the evaporation of water from the class A pan. The growing numbers of branches and leaf pair, were higher in treatments T5 and T6. The number of internodes of T5 was high to other treatments. The variables corresponding to stomatal conductance (gs) and leaf temperature (Tf) showed no difference between treatments. However, the mean values of net carbon assimilation (A) of irrigated treatments showed higher values compared to no irrigation

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SAMPAIO NETO, Givaldo Dantas. Manejo da irrigação por gotejamento na cultura do café arábica. 2012. vii, 43 f. Dissertação (mestrado) - Universidade EStadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2012.

Itens relacionados