Revisão sistemática de estudos sobre direitos humanos nas mídias digitais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-03-01

Autores

Mattar, Luiza Ribeiro

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A internet, as redes sociais e as tecnologias da informação e da comunicação propiciaram novos espaços de defesa, promoção e lutas pela consolidação dos direitos humanos. No entanto, o ativismo político e os movimentos sociais convivem com mecanismos de inteligência artificial e sistemas de informação e comunicação que polarizam as informações e notícias gerando censura e desinformação. O pluralismo de vozes e a diversidade cultural propagada pela nova tecnologia informacional nos espaços digitais encontram barreiras nos algoritmos, big data, analfabetismo informacional e comunicacional e na manipulação das fontes. Cada vez mais, surge a necessidade de preparar o cidadão midiatizado para o uso das novas ferramentas tecnológicas como forma de inclusão social e garantia de direito e proteção à liberdade de informação e comunicação. Este estudo buscou analisar a produção científica nacional e internacional sobre o tema direitos humanos nas mídias digitais sob a ótica da promoção, defesa e divulgação de direitos nos espaços de comunicação propiciados pelas mídias digitais. Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva e exploratória que se alicerçadou na Revisão Sistemática da Literatura. As perguntas norteadoras da revisão foram: Qual o atual estado da arte da produção científica nacional e internacional sobre os temas diretos humanos na mídia digital? Como os direitos humanos são abordados pela literatura científica nacional e internacional, no contexto da sociedade midiatizada e nos espaços de comunicação? Como as mídias digitais podem contribuir para a construção do pluralismo de vozes, diversidade cultural, ativismo político, exercício dos direitos de informação e comunicação na era digital? A busca por estudos foi realizada na Scientific Electronic Library Online, no banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e na base de dados internacional Scopus. A equação de busca foi constituída pelos seguintes descritores: "Direitos Humanos" e "Mídia Digital". O operador boleano "AND" foi utilizado para combinação das palavras-chave nos bancos de dados. Para o desenvolvimento da pesquisa foram considerados os seguintes critérios: 1) busca automática título por título, resumo por resumo; 2) seleção de estudos de qualquer natureza (revisão de literatura, estudos de caso, publicações em forma de carta e conferência, teses, dissertações e monografias), disponibilizados na íntegra, que mencionassem direta ou indiretamente o objeto de pesquisa, entre os anos de 2000 a 2017; 3) exclusão de publicações não disponibilizados na íntegra e 4) rejeição de estudos duplicados. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionadas doze publicações de um total de 772 disponíveis, na biblioteca e bases de dados. Notou-se uma produção científica ainda incipiente no Brasil e deveras tímido no âmbito internacional em se tratando de publicações indexadas na base de dados Scopus. Conclui-se que existe uma lacuna na produção científica nacional e internacional sobre o assunto. Essa lacuna impacta diretamente na compreensão do papel da mídia digital, da alfabetização midiática e informacional e da educação em direitos humanos na promoção e defesa de direitos nos novos espaços de comunicação.
The internet, social networks and information and communication technologies have provided new spaces for advocacy, promotion and efforts for the consolidation of human rights. However, political activism and social movements coexist with mechanisms of artificial intelligence and information and communication systems which polarize information and news, generating censorship and misinformation. The pluralism of voices and the cultural diversity propagated by the new information technology in the digital spaces, find barriers in algorithms, big data, informational and communicational illiteracy and in the manipulation of sources. It becomes necessary to prepare the mediated citizen for the use of new technological tools as a form of social inclusion and guarantee of rights and protection to freedom of information and communication. This study aimed to analyze the national and international scientific production on the subject concerning human rights and digital media from the point of view of promotion, defense and diffusion of rights in the spaces of communication provided by digital media. It is a descriptive and exploratory research, based on the Systematic Review of Literature. The guiding questions of the review were: What is the current state of the art of the national and international scientific production on the human rights in digital media? How are human rights addressed by national and international scientific literature in the context of mediated society and in the media? How can digital media contribute to the construction of pluralism of voices, cultural diversity, political activism, use of information and communication rights in the digital age? The search for studies was conducted at the Scientific Electronic Library Online, at the Thesis Bank of the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel and at the international Scopus database. The search equation was constituted by the following descriptors: "Human Rights" and "Digital Media". The Boolean operator "AND" was used to merge the keywords into the databases. For the development of the research the following criteria were considered: 1) automatic search title by title, summary by summary; 2) selection of studies of any nature (literature review, case studies, publications in the form of letters and conferences, theses, dissertations and monographs), available in full, mentioning directly or indirectly the object of research, from 2000 to 2017; 3) exclusion of publications not available in full and 4) exclusion of duplicate studies. After applying the inclusion and exclusion criteria, twelve publications were selected from a total of 772 available in the library and databases. It was observed a scientific production still incipient in Brazil and insufficient in the international scope, when dealing with publications indexed in the Scopus database. It can be concluded that there is a gap in the national and international scientific production concerning the subject. This gap directly impacts the understanding of the role of digital media, media literacy and human rights education for promoting and defending rights in new communication spaces.

Descrição

Palavras-chave

Direitos humanos, Mídia digital, Alfabetização midiática e informacional, Educação em direitos humanos, Human rights, Digital media, Media literacy and information, Education in human rights

Como citar