A articulação comunitária e o Estado: limites e possibilidades dos CONSEGs em Marília/SP

dc.contributor.advisorFelix, Sueli Adruccioli [UNESP]
dc.contributor.authorSantos, Paulo Lúcio [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:23:36Z
dc.date.available2014-06-11T19:23:36Z
dc.date.issued2009-10-23
dc.description.abstractA presente pesquisa tem como objetivo refletir sobre a participação social exercida nos Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEGs), entidades que buscam atuar no campo da Segurança Pública. Os objetivos compreendem os limites e possibilidades na relação dos representantes da sociedade civil e poder do Estado, através da participação dos atores sociais frente às questões relativas à segurança pública. Por meio, da pesquisa participante e das análises documentais produzidas nos Consegs observou-se, as tensões e intervenções no controle da criminalidade e a participação política dos componentes da entidade ao representar a população. Assim como, a configuração sóciopolitica em que essa representação aparece e a sua estruturação, enquanto meio, voltada as prioridades relativas a segurança. Verificou-se como se estabelecem as relações constituídas nos Consegs, e as buscas por legitimidade na relação dos atores sociais com os órgãos de segurança e a busca de implementação de políticas públicas na cidade de Marília.pt
dc.description.abstractThe present research has as objective to reflect on the exerted social participation in the Communitarian Advice of Security (Consegs), entities that they search to act in the field of the Public Security. The objectives understand the limits and possibilities in the relation of the representatives of the civil society and to be able of the State, through the participation of the social actors front to the relative questions to the public security. By means of the participant research and of the produced documentary analyses in the Consegs it was observed, the tensions and interventions in the control of crime and the participation politics of the components of the entity when representing the population. As well as, the sóciopolitica configuration where this representation appears and its estruturação, while half, directed the relative priorities to the security. It was verified as if they establish the relations consisting in the Consegs, and the searches for legitimacy in the relation of the social actors with the agencies of security and the search of implementation of public politics in the city of Marília.en
dc.format.extent127 f. : il. color.
dc.identifier.aleph000625491
dc.identifier.capes33004110042P8
dc.identifier.citationSANTOS, Paulo Lúcio. A articulação comunitária e o Estado: limites e possibilidades dos CONSEGs em Marília/SP. 2009. 127 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2009.
dc.identifier.filesantos_pl_me_mar.pdf
dc.identifier.lattes5919522598374744
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/88749
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectSegurança pública - Marília (SP)pt
dc.subjectPoliticas publicaspt
dc.subjectControle socialpt
dc.subjectCrime contra a segurança públicapt
dc.subjectConselho Comunitário de Segurança (CONSEGs)pt
dc.subjectPublic securityen
dc.subjectConsegsen
dc.subjectSocial Participationen
dc.subjectSocial Controlen
dc.subjectCrimeen
dc.titleA articulação comunitária e o Estado: limites e possibilidades dos CONSEGs em Marília/SPpt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.author.lattes5919522598374744
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.graduateProgramCiências Sociais - FFCpt
unesp.knowledgeAreaCiências sociaispt
unesp.researchAreaPensamento social e políticas públicaspt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
santos_pl_me_mar.pdf
Tamanho:
1.47 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format