Efeitos de glyphosate em milho transgênico tolerante ao herbicida

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-08-11

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O glyphosate é um herbicida amplamente aplicado no mundo e o manejo de plantas daninhas com esse herbicida em culturas tolerantes ao herbicida tem se expandido cada vez mais. Poucos estudos sobre os efeitos do glyphosate em plantas de milho transgênico tem sido realizado. O objetivo da pesquisa foi analisar os efeitos do herbicida glyphosate sobre o crescimento, o metabolismo de plantas, a nutrição mineral, a qualidade e a produtividade de grãos, além de avaliar a presença de resíduos do herbicida em folhas e grãos, de milho transgênico com tolerância ao herbicida. Dois experimentos em casa de vegetação em diferentes anos foram realizados (anos de 2019 e 2021) e dois experimentos foram realizados à campo (Safra 2019/20 e Safra 2020/21). Os tratamentos foram: (i) testemunha sem aplicação de glyphosate; (ii) aplicação única de glyphosate a 980 g e.a. ha-1, aos 21 dias após a emergência (DAE); e (iii) aplicação sequencial de glyphosate a 520 + 980 g e.a. ha-1, aos 14 e 28 DAE, respectivamente, tanto em casa de vegetação quanto em campo. Foi utilizado delineamento inteiramente casualizado em casa de vegetação e delineamento em blocos casualizados em campo, ambos com 10 repetições. Em casa de vegetação, foram efetuadas avaliações de altura de plantas, diâmetro do caule, número de folhas (avaliadas semanalmente após a primeira aplicação sequencial e encerrada com o surgimento da inflorescência feminina) e teores de glyphosate, ácido aminometilfosfônico (AMPA), ácido quínico e chiquímico, fenilalanina, tirosina e triptofano e teores foliares de macro (N, P, K, Ca, Mg e S) e micronutrientes (Cu, Fe, Mn e Zn) em tecidos foliares ao surgimento da inflorescência feminina. No campo, foram efetuadas essas mesmas avaliações (altura das plantas e o diâmetro foram determinados duas semanas após a última aplicação sequencial do herbicida e por ocasião da colheita) além de componentes de rendimento, produtividade, teores de amido, proteínas totais e extrato etéreo, teores de macro e micronutrientes nos grãos e teores de glyphosate e AMPA nos grãos. Os dados evidenciaram que para nenhuma das variáveis estudadas apresentou diferença estatística significativa ao controle, com exceção dos experimentos em casa de vegetação que a tirosina apresentou maiores teores no tratamento com aplicação única do herbicida (271,87 e 268,23 µg g-1) e resíduos de glyphosate que foram encontrados em maiores quantidades no tratamento com aplicação sequencial (0,61 e 0,65 µg g-1). A aplicação única ou sequencial de glyphosate até 28 dias após a emergência de milho transgênico com tolerância ao herbicida não afeta o crescimento, o metabolismo de plantas, a nutrição mineral, a qualidade e a produtividade de grãos colhidos. Não houve alteração metabólica e não foram detectados resíduos em tecidos e no grãos do híbrido.
Glyphosate is a herbicide widely applied around the world and the management of weeds with this herbicide in crops tolerant to the herbicide has increasingly expanded. Few studies on the effects of glyphosate on transgenic maize plants have been carried out. The objective of the research was to analyze the effects of the glyphosate herbicide on growth, plant metabolism, mineral nutrition, grain quality and productivity, in addition to evaluating the presence of herbicide residues in leaves and grains of transgenic maize with herbicide tolerance. Two greenhouse experiments were carried out in different years (2019 and 2021) and two experiments were carried out in the field (2019/20 harvest and 2020/21 harvest). The treatments were: (i) control without glyphosate application; (ii) single glyphosate application at 980 g a.e. ha-1 , 21 days after emergence (DAE); and (iii) sequential glyphosate application at 520 + 980 g a.e. ha-1 , at 14 and 28 DAE, respectively, both in the greenhouse and in the field. A completely randomized design in the greenhouse and a randomized block design in the field were used, both with 10 replications. In a greenhouse, assessments were made of plant height, stem diameter, number of leaves (evaluated weekly after the first sequential application and ending with the emergence of the female inflorescence) and levels of glyphosate, aminomethylphosphonic acid (AMPA), quinic acid and shikime, phenylalanine, tyrosine and tryptophan and leaf contents of macro (N, P, K, Ca, Mg and S) and micronutrients (Cu, Fe, Mn and Zn) in leaf tissues at the emergence of the female inflorescence. In the field, these same assessments were carried out (plant height and diameter were determined two weeks after the last sequential application of the herbicide and at the time of harvest) in addition to yield components, productivity, starch content, total proteins and ether extract, macro and micronutrient contents in grains and glyphosate and AMPA contents in grains. The data showed that for none of the studied variables there was a statistically significant difference to the control, with the exception of the greenhouse experiments where tyrosine presented higher levels in the treatment with a single herbicide application (271.87 and 268.23 µg g-1 ) and glyphosate residues, which were found in greater quantities in the treatment with sequential application (0.61 and 0.65 µg g-1 ). The single or sequential glyphosate application up to 28 days after the emergence of transgenic maize with tolerance to the herbicide does not affect the growth, plant metabolism, mineral nutrition, quality and productivity of harvested grains. There was no metabolic change and no residues were detected in the tissues or grains of the hybrid.

Descrição

Palavras-chave

Plantas efeito de glifosato, Zea mays, Organismos transgênicos, Plantas metabolismo, Crescimento (plantas)

Como citar

BIDOIA, V. S. - Efeitos de glyphosate em milho transgênico tolerante ao herbicida - 2023, 74f - Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade Estadual Paulista - Jaboticabal, 2023.