Ganhos de peso, taxas de deposição e composição química corporal de tourinhos Santa Gertrudes confinados, recebendo alto concentrado e níveis crescentes de polpa cítrica peletizada

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Zootecnia

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Objetivou-se avaliar a substituição do milho em grão pela polpa cítrica peletizada e seus efeitos sobre os ganhos de peso, as taxas de deposição e a composição química corporal de tourinhos Santa Gertrudes em confinamento. Vinte e oito animais (idade média de nove meses e peso inicial de 277 kg) foram mantidos em baias individuais durante 92 dias, após 21 dias de adaptação. Os animais receberam dietas contendo 20% da MS como silagem de milho que continha 40% de grãos. Foram testados os níveis de 0, 25, 40 e 55% de participação da polpa cítrica peletizada na MS da dieta. A composição química corporal foi estimada a partir de equações desenvolvidas para a mesma raça, utilizando-se a composição química do corte da 9-10-11ª costelas. A participação da polpa cítrica peletizada não afetou significativamente o peso corporal final (449 kg) e os ganhos diários de peso corporal (1,50 kg), de corpo vazio (1,26 kg) e de carcaça (0,78 kg). Não houve diferença entre tratamentos para as taxas diárias de deposição de água (0,374 kg), EE (0,589 kg), proteína (0,253 kg), minerais (0,040 kg) e energia (6,934 Mcal) e, conseqüentemente, a composição química corporal final foi similar entre os animais recebendo diferentes níveis de polpa cítrica na dieta. A substituição do milho em grão por polpa cítrica peletizada, até 55% da MS, em dietas para tourinhos em terminação recebendo altos níveis de concentrado, não altera os ganhos de peso, as taxas de deposição e a composição química corporal desses animais.

Resumo (inglês)

The objective of this trial was to evaluate the effects of replacing corn grain with dehydrated citrus pulp pellets on body weight gains, deposition rates of nutrients and body chemical composition of Santa Gertrudis young bulls. Twenty-eight animals averaging nine months of age and initial body weight of 277 kg were kept in individual pens during 92 days after 21 days of adaptation. Animals were fed a diet containing 20% (DM basis) of 40%-grain corn silage. The following dietary levels of dehydrated citrus pulp pellets (% dry matter) were fed: 0, 25, 40 or 55%. Body chemical composition was estimated from equations developed for Santa Gertrudis using the chemical composition of 9-10-11th ribs cut. Increasing levels of citrus pulp had no significant effects on final body weight (449 kg) and on daily gains of body weight (1.50 kg), empty body (1.26 kg) and carcass (0.78 kg). There were no significant differences among treatments on daily rates of deposition of water (0.374 kg), EE (0.589 kg), protein (0.253 kg), ash (0.040 kg) and energy (6.934 Mcal). Therefore, final body chemical composition was similar across diets. Dehydrated citrus pulp pellets can replace corn grain, up to 55% of diet DM, with no detrimental effects on daily gains, deposition rates and body chemical composition of finishing Santa Gertrudis young bulls fed high concentrate diets.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 35, n. 3, p. 1178-1185, 2006.

Itens relacionados

Financiadores