Produção de alface e acúmulo de nitrato em função da adubação nitrogenada

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-07-01

Autores

Mantovani, José Ricardo [UNESP]
Ferreira, Manoel Evaristo [UNESP]
Cruz, Mara Cristina Pessôa da [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Horticultura

Resumo

Conduziu-se um experimento em vasos, em casa de vegetação, visando avaliar o efeito da adubação nitrogenada na produção e no acúmulo de nitrato na parte aérea de cultivares de alface. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 x 5, com quatro repetições, utilizando-se 5 doses de nitrogênio: 0; 141,5; 283; 566 e 1.132 mg/vaso de N como uréia e 5 cultivares de alface: Lucy Brown, Tainá, Vera, Verônica e Elisa. A dose de 283 mg/vaso de N mostrou-se a mais adequada para o cultivo de alface em ambiente protegido, pois o emprego de doses maiores não refletiu em ganho de produção e favoreceu o acúmulo de nitrato na parte aérea das plantas. As cultivares Lucy Brown e Tainá, do grupo americana, acumularam mais nitrato do que as crespas e a lisa.
An experiment using pots under greenhouse conditions was carried out to evaluate the influence of nitrogen fertilization on the growth and nitrate accumulation of lettuce cultivars. The experimental design was of randomized blocks in a 5 x 5 factorial scheme, with four replicates. Treatments were five nitrogen rates: 0; 141,5; 283; 566 and 1132 mg/pot N as urea, and five lettuce cultivars: Lucy Brown, Tainá, Vera, Verônica and Elisa. Maximum growth was observed in the treatment using 283 mg of N/pot. The use of higher rates did not increase plant growth but raised nitrate accumulation in shoot organs. Lucy Brown and Tainá accumulated more nitrate than Vera, Verônica and Elisa cultivars.

Descrição

Palavras-chave

Lactuca sativa, Nitrogen, Growth, Lactuca sativa, Nitrogênio, Crescimento

Como citar

Horticultura Brasileira. Associação Brasileira de Horticultura, v. 23, n. 3, p. 758-762, 2005.