A cartografia geomorfológica em áreas litorâneas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-05-18

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Historicamente, os ambientes litorâneos foram as primeiras áreas ocupadas pelo homem no Brasil e apresentam, nos dias atuais, elevados índices de urbanização que condicionam diversos tipos de impactos ambientais. Neste contexto, é de suma importância analisar a qualidade ambiental destas áreas e, para tal análise, os aspectos geomorfológicos são essenciais por constituírem o substrato físico sobre o qual as atividades antrópicas se estabelecem. Assim, o objetivo principal desta pesquisa foi discutir concepções e procedimentos para a cartografia geomorfológica em áreas litorâneas, em várias escalas e com o uso de diversificadas fontes de informação. Para isso, foram elaborados mapeamentos geomorfológicos em escalas de caráter regional (1:250.000) e de detalhe (1:10.000), empregando-se diversificadas metodologias e utilizando-se de variadas fontes de informação. A análise destes mapeamentos contemplou uma comparação entre as simbologias, as formas de representação dos modelados e as legendas, considerando os princípios da cartografia temática referentes à eficácia e eficiência na transmissão da informação, assim como o aspecto iconográfico das simbologias. Além disso, buscou-se enfatizar as relações de diversidade, de ordem e de proporcionalidade que são essenciais na representação gráfica. Dessa forma, acredita-se que a experiência apresentada nesta pesquisa pode auxiliar futuros trabalhos na área da cartografia geomorfológica em regiões litorâneas visto que é impossível, neste estágio do conhecimento geomorfológico costeiro no Brasil, instituir normatização de procedimentos ou simbologia. Qualquer proposta de normatização deve ser construída coletivamente, pois tentativas individuais seriam incompletas ou parciais diante da variabilidade das formas e processos geomorfológicos litorâneos, assim como diante dos possíveis objetivos de tais mapeamentos
Historically, environmental coasts were the first areas occupied by humans in Brazil and they nowadays present high rates of urbanization that affect several kinds of environmental impacts. Therefore it is extremely important to analyze the environmental quality of these areas and the geomorphological aspects are essential to make it possible because they constitute the physical substrate upon which human activities are established. As it stands, this research aims to discuss concepts and procedures for geomorphological mapping in coastal areas at various scales and using diverse sources of information. Geomorphological mappings were prepared to this end at regional scales (1:250,000) and detailed scales (1:10.000) through different methodologies and various sources of information. The analysis of these mappings included a comparison between the symbols, the representation forms of modeled reliefs and the legends, considering the principles of thematic cartography pertaining to the effectiveness and efficiency in transmitting information, as well as the iconographic appearance of the symbols. In addition, we sought to emphasize the relations of diversity, order and proportionality that are essential in a graphical representation. Thus, it is believed that the experience presented here can assist future works in the field of geomorphological mapping in coastal areas since it is impossible, at this stage of coastal geomorphological knowledge in Brazil, to establish standardization of procedures or symbols. Any proposal for standardization must be collectively constructed, for any individual attempt would be incomplete or partial due to the variability of coastal geomorphological forms and processes, besides to the possible goals of such mappings

Descrição

Palavras-chave

Simbologia, Feições geomorfológicas, Escala cartográfica, Symbols, Geomorphological features, Cartographic scale

Como citar