Residência terapêutica: proposta de uma arquitetura acolhedora

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-02-01

Orientador

Kodama, Kátia Maria Roberto de Oliveira
Anhesim, Aline Alves

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Arquitetura e Urbanismo - FCT

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Not available

Resumo (português)

O presente trabalho aborda questões relacionadas à humanização dos estabelecimentos destinados ao tratamento de portadores de síndromes psíquicas e emocionais, atentando-se para o modelo de Serviço Residencial Terapêutico (SRT). Coube ao projeto discutir a importância da arquitetura em tais espaços, a fim de propor uma Residência Terapêutica em Presidente Prudente. Assim, esse texto, apresenta uma análise histórica dos ambientes utilizados como instituições de tratamento dessas síndromes psíquicas e emocionais, desde os espaços que os antigos Gregos destinavam para esses tratamentos aos espaços atuais. Demonstra o quão recente é a preocupação com o bem-estar e convívio dos pacientes. Através do estudo das normas estabelecido pelo Ministério da Saúde em conjunto à leitura de bibliografia específica, além de análise de projetos da área da saúde, foi possível a elaboração de diretrizes projetuais e um projeto arquitetônico que indicam a concepção de um edifício que compreenda questões relacionadas à funcionalidade do lar e da residência, relacionada no mesmo ambiente com a assistência médica necessária, em um espaço aliado à ambientes mais favoráveis ao paciente em tratamento. O local de implantação na cidade de Presidente Prudente também foi obtido através de pesquisas e levantamentos

Descrição

Idioma

unesp.idiomas.undefined

Como citar

RAMALHO, André Ricardo Urder. Residência terapêutica: proposta de uma arquitetura acolhedora. 2018. 1 CD-ROM. Trabalho de conclusão de curso (Graduação - Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2018.

Financiadores