Processos morfofonológicos na formação de nomes deverbais com os sufixos -çon/-ção e -mento: um estudo comparativo entre português arcaico e português brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-03-09

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo desta pesquisa é fazer uma ponte entre o passado e o presente, comparando processos morfofonológicos desencadeados pela derivação, ou seja, processos que alteram a forma dos morfemas. Este trabalho surge da necessidade de se levar em conta para a descrição de determinados contextos não apenas sons, mas fatos de natureza gramatical, principalmente morfológica, por isso dizemos que “quando uma forma básica lexical serve de motivação para uma regra fonológica, acontece um processo morfofonológico” (Cagliari, 2002, p.82). Realizamos este estudo entre duas sincronias da língua portuguesa: o Português Arcaico (PA), dos séculos XII-XIII, e o Português Brasileiro (PB), dos séculos XX-XXI. Nesses dois períodos da língua portuguesa, observamos os processos morfofonológicos desencadeados por dois sufixos derivacionais específicos, formadores de nomes deverbais em PA e em PB, isto é, nomes formados a partir de bases verbais: -çon e –mento, para o PA, e –ção e –mento, para o PB. Para a coleta dos dados no PA, escolhemos como corpus as Cantigas de Santa Maria (CSM), que são uma das fontes mais ricas dessa época e, além disso, de acordo com Mattos e Silva (2006, p.37), os textos líricos são os melhores para o estudo da fonética segmental e prosódica da língua e seus dados, essenciais para o conhecimento do léxico dessa época. Já para a observação do PB, contamos com um recorte do banco de dados do Laboratório de Lexicografia da UNESP (LabLEX) que contém um corpus que possui cerca de 220 milhões de ocorrências do português do Brasil, colhidas em diversas fontes, desde as literárias até as jornalísticas. A partir das palavras provenientes desses corpora, procedemos as analises dos processos morfofonológicos que são condicionados pela formação de nomes deverbais com os sufixos selecionados, utilizando o aparato teórico das teorias...
This research is aimed at relating past and present, comparing morphophonological processes triggered by derivation, i.e., processes that change the shape of morphemes. This work considers that it is necessary to describe not only sounds but grammatical facts in some contexts, especially in the case of morphological facts; when a lexical basis is a motivation for a phonological rule, a morphophonological process occurs (Cagliari, 2002, p.82). We conducted this study comparing two periods of the Portuguese language: Archaic Portuguese (AP), 12th-13th centuries, and Brazilian Portuguese (BP), 20th-21st centuries. In these two periods of the Portuguese language, we observed morphophonological processes triggered by two specific derivational suffixes which create deverbal nouns in AP and BP, that is, nouns formed from verbal basis: -çon and –mento, for AP, and –ção e -mento for BP. The corpus for AP is composed by the Cantigas de Santa Maria (CSM), which can be considered one of the richest linguistic sources of that time and, moreover, according to Mattos e Silva (2006, p.37), poetical texts are the best ones to study segmental and prosodic phonetics of past languages and the data they provide are essential to the knowledge of the lexicon of that period. As for the observation of PB, we considered some of the data form from the database of the Laboratorio de Lexicografia [Laboratory of Lexicography] at UNESP (LabLEX), which contains a corpus with about 220 million occurrences of Brazilian Portuguese texts, collected from several sources, from literary to journalistic ones. From the words of these corpora, we analyzed morphophonological processes that are conditioned by the formation of deverbal nouns with the specific suffixes which are focused in this Dissertation, using the theoretical apparatus of nonlinear phonological theories, especially Feature Geometry Theory and Lexical ...(Complete abstract click electronic address below)

Descrição

Palavras-chave

Língua portuguesa - Brasil, Português arcaico, Processos morfofonológicos, Nomes deverbais, Archaic portuguese, Brazilian portuguese, Morphophonological processes, Deverbal nouns

Como citar

PRADO, Natália Cristine. Processos morfofonológicos na formação de nomes deverbais com os sufixos -çon/-ção e -mento: um estudo comparativo entre português arcaico e português brasileiro. 2010. 190 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2010.