Influência da área de amostragem na determinação de perdas totais na colheita de soja

Resumo

A metodologia, atualmente utilizada, para a determinação das perdas na colheita de soja, que consiste na utilização de armações de 2 m², vem fornecendo resultados com alto coeficiente de variação, o que dificulta detectar diferenças significativas entre os tratamentos, mesmo que esta diferença apresente valores numéricos muito altos. em função deste problema, objetivou-se avaliar o efeito das armações sobre a quantificação das perdas totais na colheita da cultura da soja, alterando-se a velocidade de deslocamento da colhedora e a abertura entre o cilindro e o côncavo. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 3 x 2, totalizando 12 tratamentos com quatro repetições. Os resultados evidenciaram que o coeficiente de variação para a armação de 2 m² foi de 88,26%, enquanto que para a armação de 3 m² este valor foi de 32,85%, e que com a armação de 2 m² foram detectadas perdas totais de 45 kg ha-1, enquanto que com a de 3 m² quantificou-se 73 kg ha-1, indicando que a área das armações interfere na quantificação das perdas totais na cultura da soja.
The currently methodology used for the losses determination in the soybean harvest, that consists of the use of frames of 2m², comes supplying resulted with high coefficient of variation, what it makes it difficult to detect significant differences between the treatments, exactly when this difference arrives to be almost the double of one for the other. In function of the related one above, this work had for objective to evaluate the effect of the frames on the quantification of the total losses in the harvest of the culture of the soybean (Glycine max (L.) Merrill), getting excited it speed of displacement of the harvester and the opening between the cylinder and the concaves. The used experimental design was randomized blocks, in factorial scheme 2x3x2, totaling 12 treatments with four repetitions. The results evidenced that the variation coefficient for the frame of 2 m² was of 88.26%, while for the frame of 3 m² this value was of 32.85%, and that with the frame of 2 m² total losses of 45 kg ha-1 were detected, while with the one of 3 m² 73 kg ha-1 was quantified, it differentiates this significant one to 1% of probability for the Teste F, indicating that the area of the frames interferes in the quantification of the total losses in the culture of the soy.

Descrição

Palavras-chave

Colheita mecanizada, velocidade de deslocamento, abertura do côncavo, mechanical harvesting, displacement speed, opening of the concave

Como citar

Ciência e Agrotecnologia. Editora da Universidade Federal de Lavras (UFLA), v. 31, n. 3, p. 909-913, 2007.