"Profissionais do sexo na interface com a Educação Sexual nos horizontes da fenomenologia"

dc.contributor.advisorBruns, Maria Alves de Toledo [UNESP]
dc.contributor.authorSoares, Monica [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2020-08-24T17:26:17Z
dc.date.available2020-08-24T17:26:17Z
dc.date.issued2020-06-22
dc.description.abstractNaturalizar o fenômeno prostituição com o discurso popular de profissão mais antiga do mundo é minimizar a experiência de milhões de pessoas impactadas por essa realidade. Na atualidade, as preocupações com as condições de vulnerabilidade, principalmente das minorias como mulheres negras, pobres e com baixa escolaridade ainda é um fato. A prostituição como escolha profissional é uma possibilidade, ainda que estigmatizada, cuja problemática está na prostituição não como escolha, mas como recurso de subsistência; como oportunidade de acesso ao mundo do consumo, de fuga da violência doméstica e outros contextos decorrentes da desigualdade social. As mudanças ocorridas nos comportamentos sexuais, na educação e no acesso à informação acerca da sexualidade indicavam, para muitos, o fim da prática prostitucional no futuro, realidade que até o momento parece longe de acontecer. A partir dessas reflexões, decidimos pesquisar as profissionais do sexo na interface com a educação sexual a fim de compreender a trajetória de vida dessas mulheres e suas perspectivas. Elegemos o método qualitativo fenomenológico para desvelar o mundo-vida das colaboradoras a partir dos significados e sentidos atribuídos por elas ao fenômeno. Para a construção do diálogo autêntico, a questão norteadora foi: Conte sobre a educação sexual que recebeu em casa, na escola e/ou em outros locais que frequentou e ainda frequenta, na sua infância, adolescência e até hoje; sobre como foi sua entrada nessa profissão e qual é o seu projeto de vida. As análises compreensivas das falas foram ancoradas nos saberes de Mauro Martins Amatuzzi, acerca da fala autêntica e do silêncio. A partir das análises das falas, emergiram as seguintes categorias: (1) Vida familiar: infância, puberdade, adolescência e iniciação sexual; (2) Educação sexual: intrafamiliar e extrafamiliar; (3) Prostituição: trabalho e ambiente prostitucional. (4) Projeto de vida: perspectivas futuras. Após as análises, compreendemos que um dos principais motivos para a manutenção da prostituição de rua é a desigualdade social e outras questões correlatas e que a educação sexual, especialmente nesse contexto, tem um grande impacto na vida das profissionais do sexo. Esta Dissertação almeja desvelar as vivências das profissionais do sexo na interface com a educação sexual, provocando uma reflexão em direção à desconstrução de preconceitos, discriminação e desigualdades, ampliando os horizontes para a construção de uma sociedade mais justa, igualitária, amorosa e humana para todos e todas.pt
dc.description.abstractTo naturalize the phenomenon of prostitution with the popular discourse that it is the oldest profession in the world is to minimize the experience of millions of people impacted by this reality. Currently, concerns about the vulnerability, especially of minorities such as women – black and poor women with little schooling – are still a reality. Prostitution as a professional choice is a possibility, even if stigmatized, whose problem lies in prostitution not as a choice, but as a means of subsistence, as an opportunity to access the world of consumption, escape from domestic violence and other realities resulting from social inequality. Changes in sexual behaviors, education, and access to information about sexuality indicated, to many people, the end of the prostitutional practice in the future, a reality that still seems far from happening. Based on these reflections, we decided to investigate sex workers at the interface with sex education in order to understand the life trajectory of these women and their perspectives. We chose the phenomenological qualitative method to unveil the collaborators' worldlife from the meanings and senses attributed by them to the phenomenon. For the construction of authentic dialogue, the guiding question was: Tell about the sex education you received at home, at school and/or in other places you’ve attended and still attend, in your childhood, adolescence and until today; about your entry into this profession; and what your life project is. A comprehensive analysis of the statements was anchored in the knowledge of Mauro Martins Amatuzzi, about authentic speech and silence. From the analysis of the statements, the following categories emerged: (1) Family life: childhood, puberty, adolescence and sexual initiation; (2) Sex education: intra-family and extra-family; (3) Prostitution: work and the prostitutional environment; (4) Life project: future perspectives. After the analysis, we understand that one of the main reasons for the maintenance of street prostitution is social inequality and other related issues and that sex education, especially in this context, has a great impact on the lives of sex workers. This thesis aims to unveil the experiences of sex professionals in the interface with sex education, triggering reflection upon the deconstruction of prejudice, discrimination and inequalities, expanding the horizons for the construction of a more just, egalitarian, loving and human society for all.en
dc.identifier.capes33004030083P0
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/193265
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectProstituiçãopt
dc.subjectFenomenologiapt
dc.subjectEducação sexualpt
dc.title"Profissionais do sexo na interface com a Educação Sexual nos horizontes da fenomenologia"pt
dc.title.alternative"Sex workers at the interface with Sex Education in the horizons of phenomenology"en
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
unesp.embargoOnlinept
unesp.examinationboard.typeBanca públicapt
unesp.graduateProgramEducação Sexual - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaEducaçãopt
unesp.researchAreaDesenvolvimento, sexualidade e diversidade na formação de professorespt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
soares_m_me_arafcl.pdf
Tamanho:
1.39 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
2.98 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: