Fator de visão do céu e intensidade de ilhas de calor na escala do pedestre

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-12-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC

Resumo

A falta de ferramentas disponíveis para a tomada de decisões no planejamento urbano baseado nas interações entre clima e cidade é um desafio para o arquiteto e para o urbanista. Apesar da existência de alguns modelos destinados a esse fim, as limitações para sua aplicação dificultam ainda mais o quadro. Procurando gerar informações que colaborem com essa área, este artigo tem por objetivo avaliar o papel do fator de visão do céu na intensidade de ilhas de calor em um bairro residencial. Primeiro, foram feitas caracterizações da área de estudo e determinação da geometria urbana, utilizando-se como unidade geométrica o fator de visão do céu. Foram selecionados pontos de referência e realizadas medições de temperatura do ar em cânions urbanos. A partir de dados disponibilizados pela estação meteorológica localizada em área rural, foram feitas comparações entre os pontos e a área rural, gerando dados de intensidade das ilhas de calor. Através da identificação das tendências térmicas da área, os dados de máxima intensidade da ilha noturna em cada ponto serviram de base para a comparação com um modelo empírico. Propôs-se uma equação de correção, e dados reais de pesquisas anteriores foram comparados com dados simulados pela nova equação. Os resultados indicam que a temperatura urbana noturna varia de acordo com a faixa de fator de visão do céu considerada.
The lack of available tools to support planning decisions based on the interactions between climate and the city is a challenge for architects and urban planners. Although there are models designed for this specific purpose, the restrictions faced in their application further complicate the situation. This study aims contribute with additional information on the subject by focusing on the role played by the sky view factor in the urban heat island intensity. First, the residential neighbourhood taken as study area was characterized and its urban geometry determined. The geometric unit in this case was the sky view factor. Subsequently, reference points in urban canyons were selected and their air temperatures measured. The urban heat island intensity was identified by comparing temperatures measured by a rural meteorological station and those registered at the urban spots at the same time. Through the identification of the area's thermal trends, the data on the nocturnal urban islands' maximum intensity were compared with those obtained through an empirical model. A correction equation was suggested and real data from previous studies in the same area were compared with these adjusted results. The results indicate that the nocturnal urban temperature in this area varied according to the range of the sky view factors considered.

Descrição

Palavras-chave

Fator de visão do céu, Ilha térmica urbana, Geometria urbana, Sky view factor, Urban heat island, Urban geometry

Como citar

Ambiente Construído. Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC, v. 10, n. 4, p. 155-167, 2010.

Coleções