História e memória da práxis sindicalista da ADUNESP: política, ideologia e sociedade (1976-1985)

dc.contributor.advisorLopes, Silvana Fernandes [UNESP]
dc.contributor.authorOliveira, Natália Dorini de [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2018-03-27T13:44:25Z
dc.date.available2018-03-27T13:44:25Z
dc.date.issued2018-02-26
dc.description.abstractEsta dissertação tem como objetivo apresentar e analisar a História e Memória da ADUNESP, primeira associação docente criada após o golpe de 1964. Fundada em junho de 1976, seis meses após a unificação dos Institutos Isolados de Ensino Superior (IIES) transformados em universidade, a ADUNESP configurou-se como um movimento de resistência às medidas autoritárias tomadas na gestão universitária da UNESP, assim como contra o regime ditatorial brasileiro. A pesquisa teve como recorte histórico os anos entre 1976 e 1985, ou seja, desde sua fundação até o início do processo de abertura política brasileira. A partir da consciência de classe dos docentes, o sindicato reivindicou melhorias nas condições de trabalho, no salário e buscou espaço para a participação na gestão da universidade, lutando pela democracia, contrariando a ordem vigente. Também se mobilizou e participou de processos políticos que estiveram ligados à resistência contra a ditadura brasileira, constituindo-se como sujeito político coletivo. Para tanto, esta escrita pauta-se em processos históricos: o contexto externo engloba a polarização mundial entre capitalismo e socialismo real e suas consequências na América Latina, como os golpes militares; o contexto interno engloba o campo político e educacional, e a história da ADUNESP – fundação e organização, somados à história do sindicalismo docente, por meio de jornais, panfletos, fontes bibliográficas, e algumas entrevistas com personalidades que fizeram parte da ADUNESP. Usando como base teórica o materialismo histórico dialético, buscou-se compreender professores universitários sindicalizados por meio da ADUNESP como uma categoria social.pt
dc.description.abstractThe aim of this project is to present and analyze the History and Memory of ADUNESP, the first labor union created after the 1964 coup d’état in Brazil. Founded in July 1976, six months after the unification of the Institutos Isolados de Educação Superior (Isolated Institutes for Higher Education) transformed into university, ADUNESP became a resistance to the authoritarian measures taken at UNESP’s management, as well as to the Brazilian dictatorial regimen. The research focused on the period of 1976-1985, that is, from the coup d’état to the beginning of the country’s re-democratization. Based on the professor’s class consciousness, the labor union called for better working conditions and better wages as well as more faculty influence in the university management, fighting for democracy and going against that time’s establishment. It also mobilized forces and took part on political processes related to the resistance to the dictatorial regimen in Brazil, becoming a collective political subject. This dissertation is based on historical processes: the international context brings the world polarization between capitalism and real socialism and its consequences to Latin America such as military coup d’états; domestically, it covers the fields of politics and education, and the history of ADUNESP – it’s founding and organization connected to faculty unionism through magazines, leaflets, bibliographical references and interviews with personalities who were part of ADUNESP’s staff. Using dialectical historical materialism as the theoretical basis, this project studies university professors as a social category.en
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamento
dc.identifier.aleph000898948
dc.identifier.capes33004110040P5
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/153245
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectSindicalismo docentept
dc.subjectADUNESPpt
dc.subjectUNESPpt
dc.subjectHistória e memória social da educaçãopt
dc.subjectLutas sindicaispt
dc.subjectTeacher unionismen
dc.subjectHistory and social memory of educationen
dc.subjectUnion strugglesen
dc.titleHistória e memória da práxis sindicalista da ADUNESP: política, ideologia e sociedade (1976-1985)pt
dc.title.alternativeHistory and memory of ADUNESP's syndicalist praxis: politics, ideology and society (1976-1985)en
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
unesp.graduateProgramEducação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaOutrapt
unesp.researchAreaPolíticas educacionais, gestão de sistemas e organizações, trabalho e movimentos sociaispt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
oliveira_nd_me_mar.pdf
Tamanho:
779.62 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
3.01 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: