DESENVOLVIMENTO DE UMA ESCALA em SILICONA PARA TONS DE PELE HUMANA

Nenhuma Miniatura disponível

Data

1998-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O autor desenvolveu em silicona uma escala de tonalidades de pele humana. Foram confeccionados vinte e sete corpos-de-prova em silicona acética (Silastic 732 RTV), pigmentados com óxidos de ferro e dióxido de titânio. A quantidade de silicona acética manteve-se constante (dois gramas) em todos os corpos-de-prova, e os pigmentos foram misturados a ela em várias proporções até a obtenção de vinte e sete diferentes tonalidades. Através da comparação da cor dos corpos-de-prova com a cor da pele de quarenta e um indivíduos, foram selecionados os cinco corpos-de-prova com as tonalidades que mais se igualavam à cor da pele dos pacientes, compondo, assim, um guia de tonalidades. Com a metodologia empregada, foi possível desenvolver uma escala de tonalidades de pele que poderá facilitar a definição do tom da pele do paciente quando da confecção de próteses faciais em silicona, permitindo economia de tempo e de material no momento da seleção da cor.

Resumo (inglês)

The author developed a scale in silicone of shades of human skin. Twenty-seven samples were produced in acetic silicone (Silastic 732 RTV), pigmented with iron oxides and titanium dioxide. The amount of acetic silicone was kept constant (two grams) in all of the samples, and the pigments were mixed to it in varying proportions, until twenty-seven different shades were obtained. By comparing the color of the samples with the skin color of forty-one individuals, five samples were selected of the shades that best matched a patient's color of skin to form a shade guide. With the methodology employed, it was possible to develop a shade guide that will facilitate a definition of a patient's skin color in producing facial prostheses in silicone, to afford economy in time and in material at time for selecting the color.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo. Universidade de São Paulo, v. 12, n. 1, p. -, 1998.

Itens relacionados

Financiadores