Caracterização do índice de resistividade renal e padronização ultrassonográfica e dopplerfluxométrica renal de muares

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-02-16

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Por ser um híbrido entre égua e jumento, o muar apresenta características anatômicas e fisiológicas intermediárias. Existem poucos estudos sobre esse híbrido e mesmo com a extensa literatura sobre cavalos domésticos não está claro se esta serve como referência para os muares. O propósito deste estudo foi caracterizar os rins dos muares por meio do exame ultrassonográfico modo Bidimensional e Doppler (colorido e pulsado). Foram avaliados os rins de 12 muares sendo os achados formam comparados com rins de 12 cavalos e dados pré-existentes. Foram observados os seguintes achados: 1) topografia renal semelhante, salvo maior distância do rim direito à coluna lombar nos muares; 2) dimensões renais semelhantes, salvo a zona medular mais espessas nos muares; 3) ecogenicidade renal menor no muar; 4) menor captação do sinal Doppler renal nos muares; e 5) índices de resistividade e de pulsatividade menores nos muares, indicando menor resistência vascular e maior perfusão sanguínea. Embora os rins de muares possuam diversas semelhanças com os dos cavalos, existem particularidades anatomo-fisiológicas que resultam em diferenças ultrassonográficas significantes.

Descrição

Palavras-chave

Equino, Cavalo, Ultrassom trans-abdominal, Histograma, Rim, Características sonográficas

Como citar