Fotocatálise heterogênea em instrumental odontológico recoberto com nanopartículas TiO2 e Ag

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-09-23

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A nova fronteira científica - a nanotecnologia - permite a fabricação de produtos com características diferenciadas pela modificação das propriedades dos materiais no nível atômico, manipulando átomos e moléculas com aplicação no processo de esterilização de instrumentos odontológicos. O objetivo deste estudo foi realizar uma avaliação da ação autolimpante e esterilizante do recobrimento de instrumentos odontológicos com nanopartículas de dióxido de titânio (TiO2) e prata Ag desencadeada pelo processo de fotocatálise heterogênea por ação da luz ultravioleta e da luz branca. Testes bacteriológicos foram realizados com espátulas de manipulação de cimento odontológico contaminadas com 10 mcrl para cada microrganismo, Enterococcus faecalis e Pseudomona aeruginosa, e após expostas a luz branca e a luz ultravioleta. A Pseudomona aeruginosa foi inativada após exposição de 120 minutos à luz UV, indicando a ocorrência do processo de fotocatálise heterogênea no recobrimento com nanopartículas de TiO2 e Ag, e não foi inativada pela exposição à luz branca, com a ocorrência de crescimento bacteriano. O Enterococcus faecalis não foi inativado pela exposição à luz UV e à branca. Os testes realizados com Staphylococus aureus, Bacilo Subtilis e com Escherichia coli foram positivos para o crescimento das bactérias, independente do tempo de exposição à luz UV (15, 30 e 60 minutos). Os testes realizados com Micrococcus luteus foram negativos para o crescimento das bactérias independente do tempo de exposição à luz UV (15, 30 e 60 minutos). O processo de fotocatálise é uma tecnologia alternativa que envolve a geração de radicais hidroxilas altamente oxidantes, que podem reagir com grandes variedades de compostos orgânicos, constituindo uma tecnologia limpa e promissora.
This novel scientific development – nanotchenology – has contributed to the creation of products with unique features through the modification on the properties of the materials in relation to their atomic level by manipulating atoms and molecules to be used in the process of dental instruments sterilization. . The objective of this study is to evaluate the self-cleaning action of TiO2 and Ag nanoparticles coating by the photocatalysis process under UV and visible light irradiation. Microbiologic tests were done using dental cement spatulas contaminated with 10 mcrl Pseudomonas aeruginosa and Enterococcus faecalis and exposed to UV and visible light irradiation for 120 min, respectively. Pseudomonas aeruginosa proved inactive under 120 min UV light irradiation time, thus confirming the photocatalytic activity of TiO2 and Ag, which was not confirmed under visible light irradiation. Enterococcus faecalis did not confirm the photocatalytic activity of TiO2 and Ag under UV and visible light irradiation. Tests done with Stafilococcus aureus, Bacillus subtilis and Escherichia coli did not confirm the photocatalytic activity regardless the UV light irradiation time (15, 30 and 60 minutes); however, tests done with Micrococcus luteus confirmed the photocatalytic activity regardless the light irradiation time (15, 30 and 60 minutes). The photocatalysis process is an alternative technology which generates highly oxidizing hydroxyl radicals that react with a wide variety of organic compounds, thus developing a clean and promising technology.

Descrição

Palavras-chave

Prata, Esterilização, Bacterias, Nanopartículas, Raios ultravioleta, Nanoparticles, Silver, Sterilization, Bacteria, Ultraviolet Rays

Como citar

PORTO, Cecília Helena Soares. Fotocatálise heterogênea em instrumental odontológico recoberto com nanopartículas TiO2 e Ag. 2008. 95 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araraquara, 2008.