Water uptake by Annona diversifolia Saff. and A. purpurea Moc. & sessé ex dunal seeds (Annonaceae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Fruticultura

Resumo

Annonaceae seeds are known by presenting dormancy mechanisms, whose reports ranging from coating impermeable to the physiological dormancy. By this way, the present study aimed to evaluate water uptake in Annona diversifolia Saff and Annona purpurea Moc & Sessé ex Dunal seeds. For this study, seeds were placed under immersion in distilled water, and used four replicates of 25 seeds of each species, which were weighed during the 480 hours that were immersed. To determine the place of purchase of water, Annona diversifolia seeds were sealed with paraffin at different locations. Based on the results, seeds from both species reached the phases I and II of water uptake, which indicates they are not hard; however, germination (Phase III) was not reached. Annona diversifolia seeds completed Phase I with, 50h and Annona purpurea with 70h from imbibitions begin, which shows that even slowly, water is acquire.
As sementes de espécies da família Annonaceae são conhecidas por apresentarem mecanismos de dormência, cujos relatos vão desde a impermeabilidade do tegumento até a dormência fisiológica. Neste sentido, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a impermeabilidade à água das sementes de Annona diversifolia Saff e Annona purpurea Moc & Sessé ex Dunal a partir do estudo da curva de aquisição de água. Para a realização do estudo, sementes foram colocadas sob imersão em água destilada, sendo utilizadas 4 repetições de 25 sementes de cada espécie, as quais foram pesadas durante as 480 horas em que ficaram imersas. Para determinar o local de aquisição de água, sementes de Annona diversifolia foram vedadas em diferentes locais com parafina. Com base nos resultados, pode-se afirmar que sementes de ambas as espécies apresentam Fase I e II da germinação, o que indica que as sementes não são impermeáveis; contudo, a Fase III não é alcançada. As sementes de Annona diversifolia completam a Fase I com 50 horas, e as de Annona purpurea, com 70 horas do início da embebição, o que demonstra que, mesmo de maneira lenta, a água é adquirida.

Descrição

Palavras-chave

Anonáceas, propagação, dormência de sementes, embebição, Annonaceae, propagation, seed dormancy, imbibition

Como citar

Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 36, n. spe1, p. 288-295, 2014.