Um dispositivo mecânico para avaliação da rigidez de tornozelo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-02-07

Autores

Miranda, Vania Cristina dos Reis [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A articulação do tornozelo é um segmento complexo no qual todas as suas estruturas necessitam agir harmoniosamente para se obter um movimento cadenciado durante as funções dos membros inferiores. Porém, com o processo de envelhecimento essas funções sofrem alterações como uma redução da amplitude dos movimentos, diminuição da força muscular, enrijecimento das articulações e um declínio da flexibilidade, que contribuem para a baixa eficiência mecânica da marcha aumentando o risco de quedas. Assim, na tentativa de conhecer cada vez mais esses parâmetros que envolvem a mecânica da marcha, instrumentos vêm sendo criados para facilitar e tornar mais precisa as avaliações biomecânicas e consequentemente elaborar programas de tratamento fisioterapêutico mais efetivos. Diante deste contexto o objetivo do estudo foi construir um dispositivo mecânico novo, de baixo custo, para avaliar quantitativamente a rigidez de tornozelo e fazer uma análise comparativa deste parâmetro entre adultos e idosos saudáveis. Esta avaliação foi efetuada por meio de um potenciômetro angular para a medição do deslocamento angular da referida articulação, e um sistema de viga-transdutor com extensômetros colados para a medição do momento aplicado pelo pé no dispositivo. Após a construção e calibração do dispositivo foi realizada a coleta de dados em uma amostra formada por dois grupos sendo um grupo controle com 12 indivíduos com idades entre vinte e cinquenta anos e um grupo idoso com 13 indivíduos com idades acima de sessenta anos. A partir dos resultados dos parâmetros analisados foi observado que idosos apresentam rigidez de tornozelo maior que adultos. Assim, conclui-se que o dispositivo em questão permite a avaliação da rigidez de tornozelo além de possibilitar o acompanhamento do tratamento de pacientes com problemas nesta articulação
The ankle joint is a complex segment in which all structures need to act in harmony to achieve a rhythmic movement during the functions of the lower limbs. But with the aging process, these functions are altered as a reduced range of motion, decreased muscle strength, joint stiffness and a decline in flexibility, contributing to the low mechanical efficiency of walking and increases the risk of falls. Thus, trying to know more and more these parameters involving the mechanics of motion, instruments are being created to facilitate and make more accurate assessments biomechanical and consequently develop programs of physiotherapy more effective. Given this context, the objective was to build a new mechanical device, low cost, to quantitatively assess the stiffness of the ankle and make a comparative analysis of this parameter between adults and seniors. This evaluation is done by means of a angular potentiometer to measure the displacement angle of that joint, and a system of beam transducer with strain gauges glued to the measurement of torque used by standing on the device. After construction and calibration of the device it was collected in a data sample consisting of two groups: one control group of 12 subjects aged between twenty and fifty years and a group of 13 elderly individuals aged over sixty years. From the results of the parameters analyzed was observed that the elderly have rigid ankle higher than adults. Thus, we conclude that the device in question allows the evaluation of the stiffness of the ankle and allow the monitoring of treatment of patients with problems in this joint

Descrição

Palavras-chave

Biomecânica, Tornozelos, Envelhecimento, Biomechanically

Como citar

MIRANDA, Vania Cristina dos Reis. Um dispositivo mecânico para avaliação da rigidez de tornozelo. 2011. 95 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2011.