As poesias de Guimarães Rosa em Ave, Palavra: um caminho de leitura

Imagem de Miniatura

Data

2007-03-28

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A dissertação tem como corpus as poesias de João Guimarães Rosa, sob assinatura de anagramáticos, presentes no livro híbrido Ave, Palavra. Tais composições foram um tanto inexploradas pela crítica literária, ficando subestimadas pela magistral linguagem de suas narrativas. É objetivo do trabalho analisar as referidas poesias ressaltando a qualidade estética dessas composições e reconhecendo-as não como acidente em meio às produções em prosa, mas como parte significativa e integrada da obra do escritor. Partindo da concepção de poesia de convergência, apresentada por Octavio Paz, verificamos que, dentre as poesias, estão presentes poemas de caráter analógico - caracterizadas pela busca do autoconhecimento e figurativizadas pelo mito de Narciso - e também composições cujo enfoque é o fazer literário. Em grande parte das composições, a visão analógica surge atrelada a aspectos metapoéticos, presentificando, nas poesias, a correlação que Guimarães Rosa estabelece entre renovação lingüística e renovação humana. Para tanto, utilizamos, como embasamento teórico, estudos acerca da linguagem poética e da concepção de poesia, como os de Roman Jakobson, T. S. Eliot, Jean Cohen, Todorov e Octavio Paz. O livro de Hugo Friedrich, A Estrutura da Lírica Moderna, também nos auxilia na análise dos poemas, além de estudos sobre a produção artística de João Guimarães Rosa, em especial, os de Heloisa Vilhena de Araujo, Paulo Jorge Haranaka, Maria Célia Leonel, Eduardo Faria Coutinho, Manuel Cavalcanti Proença, dentre outros.
The corpus of the dissertation is comprised of poetries of João Guimarães Rosa, assigned with pseudonyms, published in the hybrid book Ave, Palavra. Such compositions remain unexplored by the literary criticism, underestimated by the magisterial language of his narratives. It is aim of this work to analyze the referred poetry, standing out its esthetic quality and recognizing them not just as an accident amid the outputs in prose but as significant and integrated part in the writer's work. Beginning from the conception of poetry of convergency showed by Octavio Paz, we verify the presence of analogical poems - characterized by the searching of self-knowledge and represented by the myth of Narcissus - and compositions which focus is the literary doing. In the great extent of the compositions, an analogical view emerges accompanied of meta-poetics aspects, showing the correlation established by Guimarães Rosa between linguistic and human renewal. As theoretical abasement we used studies about poetic language and poetry conception, such as from Roman Jakobson, T. S. Eliot, Jean Cohen, Todorov and Octavio Paz. The Hugoþs Friedrich book , A Estrutura da Lírica Moderna, support us in the analyses of poems as well as studies about artistic outputs of João Guimarães Rosa, specially, those from Heloisa Vilhena de Araujo, Paulo Jorge Haranaka, Maria Célia Leonel, Eduardo Faria Coutinho, Manuel Cavalcanti Proença, among others.

Descrição

Palavras-chave

Rosa, João Guimarães, 1908-1967, Análise do discurso, Literatura brasileira - Sec. XX, Modernismo (Literatura)

Como citar

ROSSI, Érica Alves. As poesias de Guimarães Rosa em Ave, Palavra: um caminho de leitura. 2007. 171 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2007.