Avaliação da resistência do solo sob dois sistemas de manejo: plantio direto e convencional

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2012

Autores

Carvalho, José Joaquim [UNESP]
Masiero, Fabrício Campos [UNESP]
Lanças, Kléber Pereira [UNESP]
Rodrigues, Euceny Caroline Pedroso

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Knowledge the resistance to penetration has been used as an indicator of compaction, and it is related to important attributes of soil and plants, and the rapid determination. The aim of this study was to evaluate the physical parameters of clay soil in both tillage systems, no-till and conventional, after irrigates beans, Botucatu-SP. We used a mobile unit – UMAS, with hydraulic-electronic penetrometer for determining the penetration resistance of soil. The sample were collected in depth from 0 to 0,5 m to determine the penetration resistance. In the depth of 0 to 0,4 m there was soil density. The results of the mechanical resistance to penetration were significant between the systems and planting for depths from 0 to 0,2 and 0 to 0,4 m. In areas after the irrigated beans presented higher resistance to penetration greater than 2,0 MPa at a depth of 0 to 0,3m.
A resistência mecânica do solo à penetração pode limitar o crescimento e o desenvolvimento do sistema radicular e diminuir a produtividade das culturas. Os sistemas de manejo do solo apresentam grande influência nas características físicas do solo e estão relacionados com a compactação que é um processo de densificação na qual há um aumento da resistência do solo, reduzindo sua porosidade, permeabilidade bem como a disponibilidade de nutrientes e água. O objetivo deste trabalho foi avaliar os parâmetros físicos de um solo de textura argilosa em dois sistemas de cultivo, o plantio direto e convencional, após feijão irrigado, em Botucatu-SP. Utilizou-se uma unidade móvel – UMAS, com penetrômetro hidráulico-eletrônico para determinação da resistência mecânica à penetração do solo. As amostras foram coletadas na profundidade de 0 a 0,5 m, para determinar à resistência à penetração. E na profundidade de 0 a 0,4 m verificou-se a densidade do solo. Os resultados da resistência mecânica do solo à penetração foram significativos entre os sistemas de plantios e nas camadas estratificadas a cada 0,1 m respectivamente. A densidade do solo foi significativa entre os sistemas de plantios e nas profundidades 0 a 0,2 e de 0,2 a 0,4 m. Nas áreas após o cultivo do feijão irrigado a resistência do solo á penetração, apresentam valores acima de 2,0 MPa, na profundidade de 0 a 0,3 m.

Descrição

Palavras-chave

Soil physics, Compacting, Penetrometer, Física do solo, Compactação, Penetrometros

Como citar

Revista Científica Eletrônica de Agronomia, v. 22, n. 2, p. 1-11, 2012.